Amor por Acaso

Nossa avaliação

[xrr rating=0.5/5]

“Amor por Acaso” parece uma tentativa de seu diretor (o ator Márcio Garcia) de fazer uma antologia de todos os clichês de comédia romântica americana. Tentando fazer um filme “hollywoodiano”, ele dirige tão mal quanto atua.

É um amontoado de estereótipos, que vão da cidadezinha de interior dos EUA com o xerife preguiçoso e boa praça, ao Rio de Janeiro mostrado ao som do samba. O diretor não possui a proximidade necessária para compreender o modo de vida americano, e sua câmera passeia fria, filmando quase uma paródia dos filmes B produzidos do lado de lá do hemisfério: a empregada latina e desbocada, o crítico homossexual, o inglês afetado. Já nas cenas do Brasil o Garcia veste a carapuça gringa e filma tudo como se tivesse um olhar estrangeiro.

Os personagens são rasos e o destaque (se é que pode se chamar assim) vai para Julian Stone, que faz o advogado que acompanha Juliana Paes. Ah sim, existe uma história sobre uma brasileira (Paes) que, devendo meio mundo, vai em busca de uma propriedade herdada nos EUA e encontra o amor nos braços do Dean Cain (é, o Super-Homem). Tudo jogado em um roteiro que entrega uma série de situações absurdas e sem nenhuma graça sobre o dia a dia de uma pousada (a tal herança) administrada por Jake (Cain).

Para poupar você de perder tempos preciosos assistindo “Amor por Acaso”, o Pílula faz este favor à humanidade e lista aqui os melhores momentos do filme: assim você pode optar por assistir a qualquer outra coisa no cinema. Qualquer outra coisa mesmo (contém spoilers).

– Momento bordão do Marcos Pasquim

Por algum motivo o personagem de Marcos Pasquim diz “Caraaaca” duas vezes durante a projeção. E então o noivo de Ana (Paes) some totalmente do filme, sem maiores explicações. Não que alguém vá reclamar.

– Momento treilher do Pai Tomás

Ao procurar um juiz para mediar a disputa entre Jake e Ana pela casa, os dois encontram um senhor negro e de barba branca fumando um cachimbo e sentado em frente a um treilher sucateado. Dentro do treilher, o tal juiz faz uma… terapia de casal! E pronto, problema resolvido.

– Momento troca de blusa da Juliana Paes

Ela está com um taier para ver o tal advogado, de repente volta correndo para dentro de casa e troca de roupa, colocando uma camiseta branca. Por quê? Nenhum motivo aparente a não ser tocar um samba e mostrá-la andando em câmera lenta no melhor estilo “SOS Malibu”. E ela ter viajado para os EUA sem mala também é só um detalhe.

– Momento jantar

O critico de pousadas interpretado pelo irmão da Julia Roberts está hospedado lá e todos os hóspedes se juntam para arrumar o lugar e fazer um jantar especial para ele. Na história não há motivo para os hóspedes serem tão prestativos. E tudo termina com um almoço brasileiro feito todinho pela Juliana Paes. Sozinha.

– Momento final feliz

Feliz para quem? A premissa da história é que Ana precisava vender a propriedade herdada porque o pai deixou para ela uma divida de 500 mil reais e o irmão devia mais 8 mil no jogo. Não havia solução a não ser levantar o dinheiro rápido. Mas aí ela se apaixona e resolve ser sócia do Dean Cain na pousada. E a dívida? E o irmão?? E o noivo Marcos Pasquim? Vai saber…

– Momento Hitchcock

E o diretor-ator não podia ficar de fora do seu próprio filme, aparecendo sem camisa na sequência mais sem noção do filme e, portanto, uma das mais sem noção da história do cinema mundial. Já nos créditos finais, sem ainda não ter aparecido e nem sido mencionado durante toda a projeção, Márcio Garcia vê uma moça tomando banho e rouba – ROUBA  – o xampu dela. Olha para o frasco e diz que é igual ao que ele usa no Brasil. E aí sai correndo. ????? E se não ficou claro, repito: ?????

6 Comentários

  • Daniel
    Em 26 de novembro de 2010 19:49 0Likes

    Ma OE?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009