The Walking Dead 01×04 – Vatos

Às vezes eu acho um saco já ter lido essa revista. Normalmente eu não sinto isso com outras adaptações, mas essa especificamente me faz querer voltar no tempo. E não é por conta da ausência de fator surpresa, mas pela sensação que eu tenho frequentemente que aquela cena deveria ter mais impacto do que tem. É o que acontece nesse episódio. De qualquer maneira, Vatos é ótimo, equilibra o drama e a ação e surpreende quando mostra o perigo onde não se espera.

Não sou um zumbi. Isso é artrite, meu filho.

Após não encontrar Merle, o grupo composto por Daryl, Rick, Glenn e T-Dog sai em busca das armas e de pistas do desaparecido, porém topam com uma gangue de sobreviventes hispânicos que sequestram Glenn com o objetivo de trocá-lo por armas. Em uma cena hilária, percebe-se que a galera não é tão gangsta quanto parece e tudo indica que o caminho dos dois grupos ainda vai se cruzar novamente. Enquanto isso, no acampamento, Jim cava sepulturas a esmo e preocupa os demais, principalmente Shane que quer ter ainda alguma moral com o grupo.

Bilu, não toque em mim ou no Paulo, por favor.

A razão das valas não é clara até o tenso fim do episódio, quando Ed recebe uma visita surpresa que o faz ter saudades do espancamento de Shane. Mas como zumbis curtem uma dieta variada, não só de cretinos, o grupo teve seu tamanho reduzido após essa noite. A série continua como uma das mais empolgantes no ar e vai nos dando um certo aperto pelo fim da temporada estar próximo.

Leave a comment