Plantão ARS – Edição dissidência

Mais um grupo de críticos quis aparecer, não escolhendo “A rede social” como melhor filme do ano. Os jornalistas de Austin não resistiram ao crush em Natalie Portman como bailarina e elegeram “Cisne negro” como melhor filme, diretor, atriz e roteiro original. O longa de Fincher teve que se contentar com o prêmio de melhor roteiro adaptado para Aaron Sorkin. Mas não se preocupe, o mundo não deixou de fazer sentido: os críticos de Chicago também divulgaram sua lista e “A rede social” foi eleito melhor filme, diretor, e roteiro. Pronto, você pode voltar a viver normalmente.

Leave a comment