A A
RSS

HQs da semana: 25 de maio

por

31 de maio de 2011

Quadrinhos, Receituário

Engraçado como, em plena temporada de crossovers nas duas grandes editoras, passamos uma semana sem nenhum tie-in de destaque. “Secret Avengers #13” foi o único título relacionado a uma das grandes sagas, mas a estória focada no Fera e ambientada durante o ataque da Caveira Vermelha a Washington se mostrou tão descartável quanto uma edição de “Frontline”, mas sem o mesmo apelo dramático.

“FF#4” é o estopim de uma guerra envolvendo quatro Reed Richards de realidades alternativas e todas as civilizações fantásticas criadas por Jonathan Hickman desde que assumiu o título. O simpósio de super-vilões chefiado pelo Dr. Destino foi uma ideia bacana, mas Hickman já enrolou os leitores antes com falsos começos para a “Guerra das Quatro Cidades”. Vamos ver se agora vai.

“Action Comics #901” marca a primeira edição com o Superman como protagonista desde que Paul Cornell assumiu as rédeas do título – fora a edição comemorativa #900, que afinal, havia sido um trabalho colaborativo. Pena que a arte é tão precária que fique impossível julgar o roteiro objetivamente: são três os desenhistas envolvidos na edição, e o único deles que é competente acaba prejudicado por uma arte-final mal feita. Um dos principais títulos da editora, e não acharam ninguém que prestasse para assumir a arte? Suspeito…

Se a semana quase não viu sinal das grandes sagas, pelo menos o crossover local dos títulos dos Lanternas Verdes aproveitou o embalo e colocou três capítulos nas lojas no mesmo dia. “Green Lantern #66”, “Green Lantern Corps #60” e “Green Lantern: Emerald Warriors #10” são, respectivamente, as partes sete, oito e nove da saga em dez partes “War of the Green Lanterns”. Mas o clímax da guerra é provavelmente a edição de GLC, com a inesperada morte de um dos membros mais adorados e antigos da tropa. Não é um dos quatro Lanternas humanos, muito embora os editores tenham prometido que, ao final da saga, um deles ia ficar sem seu anel de poder. A essa altura, fica bem fácil de adivinhar quem será, mas a especulação requer um SPOILER WARNING. Não leia o próximo parágrafo se quiser preservar a surpresa!

Clique pra ver o resto (contém spoilers) »

Em “War of the Green Lanterns”, o vilão Krona assume o controle da tropa dos Lanternas Verdes colocando Parallax novamente na bateria central em Oa. Os quatro Lanternas da Terra escapam da dominação mental da entidade maligna e usam os anéis dos “novos guardiães”, que foram aprisionados por Krona, para tentar libertar a tropa: Hal Jordan fica com o anel amarelo de Sinestro, Guy Gardner com o anel vermelho, Kyle Rayner com um azul e John Stewart com um índigo. Kyle tenta usar os poderes de cura do anel azul para libertar Mogo, o planeta vivo, do controle do vilão – mas o problema é que Mogo também está contaminado pela energia dos Lanternas Negros que absorveu durante a “Noite Mais Densa”. Sem outra opção, John Stewart usa o anel índigo para canalizar a energia negra em um disparo contra o núcleo do planeta vivo que, em uma explosão espetacular, transforma-se num campo de asteróides bem mortinho.

Pois bem, se antes havia uma dúvida sobre quem seria o Lanterna Verde terráqueo a perder o emprego, agora a situação deixa John na berlinda. Os outros estão mais seguros: Hal estrela o filme prestes a ser lançado; Kyle tem uma legião de fãs ardorosos; e Guy ganhou o seu título solo há menos de um ano. A seu favor, John só tinha a questão da cota de diversidade étnica, e isso pode ser resolvido arrumando uma mulher negra hispano-oriental muçulmana homossexual para substituí-lo no posto de Lanterna do setor 2814. John, ninguém mandou destruir outro planeta!

Tags: , , , , , ,

Leave a Reply

*

Pílula no Facebook

Enquanto isso, no Twitter

Arquivos

Categorias

-->

resume writing services