A A
RSS

True Blood 4×05 Me and the Devil

por

26 de julho de 2011

Receituário, TV

I just want your extra time and your....
I just want your extra time and your....

O episódio desta semana foi o melhor da temporada até hoje. Agora engrena? Vejamos.

Começando com uma votação: em Me and the devil, os personagens de “True Blood” resolveram competir pra ver quem era o mais durão. Será o Tommy, matando seus pais? Sam, ajudando-o a se livrar dos corpos? Alcide, enfrentando o wtf-chefe do bando de lobisomens de Shrevenport? Bill, se jogando na cela da bibliotecária-chefe pra apurar a witch-situation? Tara… sendo Tara? Dê sua opinião nos comentários!

Um cara que não pode entrar nessa fila é o Eric. Até o Godric dos sonhos dele tá mais durão que nosso emo favorito.

E Sookie também não: a loira até agora só fez do viking seu bichinho de pelúcia (erótico? Ainda não). Mas ela finalmente lembrou que consegue ler mentes! Pelo menos isso. Sério, Alan Ball, esse é o fardo da Sookie, não pode ficar de lado…

Well, let’s get to the details
“Hooker, you pissed off another vampire and then took a goddamn nap?” Gotta love Lafayette! Ele, Jesus e Tara decidem fazer algo que já deviam ter feito três episódios atrás: deixar a Marnie-bibliotecária-bruxa para trás e fugir. Só que Jesus tem um plano melhor (aiaiai…): procurar seu avô “brujo” no México e pedir ajuda. Tara homenageia Amy, diz “No, no, no” e fica em casa arrumando as malas – mas os dois pegam o carro e vão cruzar a fronteira. Não precisa dizer que esse avô é muito sinistro e que mandou o menino Jesus matar uma cabra quando ele tinha 9 anos.

Também não precisa dizer que ele faz uma aparição sombria e que temos que esperar pelo próximo capítulo pra saber o que vai rolar.

Quando Tara liga para sua namorada gostosona, descobre que chegou uma carta para uma tal de… Tara – o-ou, “Tony”, é hora de contar a verdade! Ela vai atrás de Sookie para um colo (e sorvete) de amiga, conta sobre seu relacionamento sáfico e recebe bons conselhos. Mas antes que tudo acabe bem, anoitece e Eric sai do esconderijo. Tara fica loquis com a loira por estar escondendo o loiro e sai correndo. Para onde? Veremos.

Enquanto isso, em Bon Temps…
Eric sonha que Godric o incita a drenar o sangue de Sookie. Mas a gente sabe que é um sonho, porque Godric era melhor até do que Jesus (o da cruz, não o do Lala). Quando acorda, o loirão vai até a cama da fada com as presas para fora e… chora como um bebê quando ela acorda. Calma, calma, Eric, vai ficar tudo bem! E o viking ainda ganha uma soneca de conchinha! Awn!

Em sua mansão, Bill ensina como é que se faz para terminar com alguém: glamurizando-a – he’s just not that into you velocidade 5. Pronto, Portia-bis-bis-bis-bis-bis bisneta sai correndo e gritando de medo do vampirão e não será mais um entrave na série. Esperamos.

O Vampiro-Rei de Louisiana tem problemas maiores: Pam está apodrecendo e as bruxas não parecem dispostas a parar por aí! Quer dizer, a bruxa espanhola que está possuindo a bibliotecária Marnie não quer parar por aí.

“If you fucked with my face, it’s time to die.” É isso aí, Pam, mas a tal Autoridade (na verdade, Nan Flanagan) proibiu os vampiros de matarem humanos. O que fazer, então? “Chamar” a bibliotecária para umas perguntinhas.

Pam, esse visual Michael Jackson é TÃO 2010...
Pam, esse visual Michael Jackson é TÃO 2010...

Não antes de Sookie fazer uma visita para o projeto de vilã. Marnie é apenas uma bibliotecária normal, daquelas que conseguem se comunicar com sua avó falecida – e oh, Gran Adele tem um recado: não se apaixone pelo Eric, essa doçura dele é temporária! E saia CORRENDO dessa biblioteca hippie casa sobrenatural. Sookie segue um dos conselhos da vovó Stackhouse (SPOILER ALERT: não foi o primeiro).

Por que Sookie tinha que correr? Logo depois da visita, os snipers de Bill aparecem para capturar Marnie. Uma vez na cela, ela conta a verdade: “Não sei de nada, é um espírito que toma conta de mim”. El Rey chega até a descer à cela, mas ela repete a confissão, mesmo toda glamurizada.

É isso, amigos: hora de convocar os xerifes de Louisiana para um update. Um deles viveu na Espanha da Idade Média e conta como “o massacre de Antonia” foi terrível para eles. Oba, história vampírica! No século XVI, eles controlavam a igreja católica. Hoje em dia: Google e a FoxNews. Arrá! Eu sabia!

Pam perde uma orelha durante a conversa e, pouco depois, deixa escapar que sabe onde está Eric. Bill fica doidão: quéde aquele viking?! “Com a Sookie”, responde, sob pressão. Bill sai correndo para a casa da loira.

Mas primeiro: Eric continua com aquela carinha de cachorro deixado lá fora durante a chuva (que Sookie adora). E depois de descobrir umas verdades sobre seu passado, ele resolve sair da vida da amada. Mas ela pede que ele volte. E OS DOIS SE BEIJAAAAAAAM!

Tramas paralelas que estão começando a convergir:
Jason está curado das feridas que as panteras lhe fizeram, graças ao sangue de Jessica. Pelo que vemos em uma conversa com Hoyt no Merlotte’s, Jason continua a amadurecer, mas morre de medo de virar um homem-pantera. Haverá uma lua cheia no próximo episódio. Veremos.

Olá, enfermeira!
Olá, enfermeira!

Sem esquecer o que acontece quando humanos bebem sangue de vampiros. Enquanto o amigo tem problemas conjugais com Jessica, Jason tem sonhos eróticos com ela – mas Hoyt não para de aparecer neles. AWKWARD THREESOME. Urgh.

Brothers will be brothers
Tommy mata o pai, Joe Lee, por querer e a mãe, Melinda, sem querer. E está desesperado. E ainda tem que se livrar dos corpos! Só existe uma pessoa que pode ajudá-lo: o irmãozinho mais velho. Lá vai ele aparecer com dois cadáveres nas mãos na van na casa de Sam, que sabe exatamente o que fazer.

Eles só não contaram com a batida policial do viciadão Andy Bellefleur. Enquanto Sam banca o calmo e sai do carro fingindo que nada está acontecendo, Tommy vai para a parte de trás da caminhonete e – pã! – se transforma em um crocodilo quando o xerife abre o porta-malas! Por essa nós não esperávamos.

Tudo vai bem quando termina bem. Sam e Tommy têm um típico momento lindo de irmãos compartilhando coisas enquanto jogam os corpos dos pais no lago. E o espectador também aprende uma lição para a vida: “Gators love marshmallows”. Essa a gente não aprende no Clube dos Lobinhos, Sam!

Rosnados hostis – mas a gente nem sabe porquê
No mundo dos lobisomens, o tal Marcus Bozeman, líder do grupo de Shrevenport (olá, muito prazer), vem reclamar que Alcide não apareceu pra fazer parte deles. Sorry, este aqui é um lobo solitário e vai abrir uma “agência livre”, seja lá o que isso signifique. Aguardamos os próximos capítulos – de preferência com mais nudez da parte do armário que gostamos de chamar de Joe Manganiello.

Bebê-diabo
Terry resolve chamar um pastor pra exorcizar a casa. Quem aparece? Reverend Daniels e Lettie Mae – sim, a mãe pirada da Tara! Ela casou e agora é uma beata sobrenatural que canta e espalha fumaça para espantar os demônios. Só que eles exorcizaram a casa, mas não o bebê! Muito menos o boneco vudú. O que isso significa? Que fósforos se acendem sozinhos durante a noite! Uuuh!

Highlights:
10’50” – Eric teve um sonho ruim, gente, tadinho!!!
17’30’‘ – Emmy de melhor maquiagem, por favor! A cara da Pam apodrecendo merece! Ahm, quer dizer… tadinha.
43’40’‘ Tá bom, só coloquei essa minutagem na lista porque o Alcide aparece de regata.
50’02” – Nem só de lobisomens gatos vive essa série. Jessica seduzindo o Jason deve ter feito os homens pirarem!
53’50” – a segunda coisa que todos estávamos esperando nesta temporada: pegação entre Sookie e Eric! (a primeira ainda tem que vir: shower-sex entre os dois)


Mais lobisomens no próximo episódio – e Bill tentando matar o Eric mais uma vezzzzzzzzzzzzzzzzzzzz…

Tags: , , , , , , , , , , ,

6 Comments For This Post

  1. Daniel Oliveira Says:

    Mais Badass: Sam, el matador profissional. Com direito a prêmio de melhor frase e tudo.

    Já o prêmio de melhor música antianticristo vai pra desequilibrada Lettie Mae.

    E só uma dúvida/protesto: por que os caras tiram toda a roupa e mostram a bunda (e whatevs) todo episódio e quando a Jessica aparece no sonho do Jason toda sedutora, ela tá de sutiã??? Tá, bonito, preto, sensual… but still, sutiã! SEXISMO. Sem mais.

  2. Livia Aguiar Says:

    Sem sutiã apareceriam MAMILOS e a série ficaria muito polêmica.

  3. Daniel Oliveira Says:

    Os mamilos dos caras aparecem o tempo inteiro!

  4. Carol Arantes Says:

    em matéria de durão acho que o Terry merecia o troféu…que meda dessa criança. É…MAMILOS seriam um problema haha.

  5. Livia Aguiar Says:

    mas os mamilos dos caras são mais socialmente aceitos, Dan!
    O dia que mulheres puderem andar sem sutiã e sem camisa na rua em um dia de calor sem ser apedrejadas pela beatagem, a gente muda de opinión

    tô muito curiosa pra saber de qualé da criança, Carol!

  6. Carol Arantes Says:

    hauhauhauhau é, total. Nossa, nem me fala. Tô muito também!

Leave a Reply

*

Pílula no Facebook

Enquanto isso, no Twitter

Arquivos

Categorias

-->

resume writing services