Grey’s Anatomy 8×08 – Heart-Shaped Box

Nossa avaliação

In Memoriam: George O’Malley

A lembrança de George O’Malley está de volta ao Seattle Grace Hospital. Desta vez trazida por sua mãe que é internada após uma cirurgia mal sucedida em outro hospital (ninguém pode culpá-la depois de perder o marido e o filho nos leitos dos SGH). Louise O’Malley pede a Bailey especificamente por Meredith Grey e as duas vão ter que deixar a cura para o diabetes pra depois.

Depois do incidente no campo de softball em que Lexie acertou a nova namorada de Sloan, Avery finalmente percebe que sua namorada ainda não esqueceu o ex. Evitando pensar no assunto, ele decide se afastar da plástica e, por conseqüência, de Mark.

Christina ainda tem dificuldades em fazer a lista de cirurgias dos seus sonhos solicitada por Teddy. Enquanto aguarda uma equipe de transplante vir buscar um coração vivo armazenado em uma caixa de vidro, ela decide seguir os conselhos do ex-chief Webber (ainda flutuando pelas storylines enquanto a temporada voa) e se concentrar em operações que realmente valham a pena. Claramente o alivio cômico do episódio, Yang encontra no coração dentro da caixa sua bola mágica e a resposta para todas as suas dúvidas.

Além das pouco e mal explicadas cenas sobre as operações impossíveis que Derek insiste em continuar a fazer (e que serviram apenas para dar ao chief Hunt o que fazer), o neurocirurgião está cuidando dos três aneurismas de uma Nicholas Sparks da ficção científica. Para participar do procedimento, Lexie tem que convencer a autora a deixar de lado a conclusão de sua séries de romances e fazer a operação o mais rápido possível .

Meu recorde no Angry Birds!

Nos corredores, Grey leva Mama O’Malley para todo sorte de exames enquanto tenta descobrir o que deu errado em sua cirurgia anterior. As duas encontram Callie e Arizona e o climão está montado. Torres apresenta a esposa para sogra apenas como sua colega Dra. Robbins, mas a mãe de George não deixa passar a aliança no dedo da nora. No final das contas, o encontro serviu para criar aqueles momentos bonitinhos a favor do casal gay da série com Callie contando a verdade e mostrando fotos fofas da baby Sophia para uma já recuperada Louise. Antes disso, na sala de operações, Bailey amolece com as lembranças de George, agora assumidamente seu preferido. Ela retoma o papel de mãe e tutora dos seus internos e dá a Meredith conselhos e conforto para a audiência da baby Zola.

Falando em conselhos, Avery resolve seguir os de Cristina e também perguntar à bola mágica ao coração na caixa sobre o dilema plástica vs. Lexie. Enquanto isso, Little Grey tem dificuldades em aceitar o fato da mocinha escolher o anti-herói no romance de sua paciente quando é tão óbvio que a escolha certa é o herói. Jackson então toma a decisão pelos dois e escolhe a plástica, deixando-a livre para ela também escolher Mark.

No meio disso tudo, Robbins recebe uma nova candidata para a bolsa na pediatria apenas para deixar claro que Karev ainda é o herói das criancinhas, e Teddy e Henry tem a primeira grande briga no que parecia a encheção de lingüiça do episódio até o final que estávamos esperando há tempos. Com o procedimento das ilhotas pancreáticas falhando nos ratinhos, a bomba de Henry já estava armada.

No próximo episódio… Oh shit!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009