A A
RSS

The Walking Dead 02×05 – Chupacabra

por

17 de novembro de 2011

Receituário, TV

Após um desnecessário flashback vazio de importância, mas cheio de nostalgia sobre os bons tempos, quando o grupo estava se conhecendo e a cidade ardia em chamas com a ação do exército, é manhã na fazenda Hershel. Com a divisão do grupo para a busca por Sophia, Andrea e T-Dog vão para uma área aonde a câmera não pode segui-los, Rick e Shane saem e discutem sobre a importância de procurar a garota, e Daryl encontra uma boneca, mas um susto faz o cavalo derrubá-lo morro abaixo. A queda é feia e termina com uma flecha atravessada nos rins, para azar do caipira e felicidade dos roteiristas, pois isso vai atrasar muito a volta pra casa.

"... não tem mais onde furar. Não tem mais."
"... não tem mais onde furar. Não tem mais."

Na fazenda, Glenn perde boas oportunidades de ficar calado enquanto tenta repetir o feito da semana passada (bis-coito) com Maggie. Hershel demonstra novamente que sua hospitalidade não vai durar por muito tempo. Ninguém pergunta por Daryl, mas sabemos que ele está passando perrengue e tendo alucinações com seu irmão. Merle, como o cavalo, sabe direitinho como jogar Daryl pra baixo. Quando recobra a consciência, um zumbi está tentando devorar a sua bota, embora – eu imagino – seria mais prático se ele fosse direto aonde tem pele, carne, pedaços mais fácil de ser digeridos. Livrando-se facilmente de dois mortos-vivos, Daryl decide, como Shane, ter também o seu momento Travis Bickler e improvisa um colar de orelhas.

Não corro risco, porque não tenho cérebro.
Não corro risco, porque não tenho cérebro.

De volta ao rancho, as mulheres do grupo preparam um almoço para agradecer a hospitalidade dos Hershel, Glenn continua sem saber como se dar bem novamente e Andrea resolve assumir uma postura mais ativa ficando de franco atiradora sobre a van. Péssimos timing e vista, pois Daryl aparece e é confundido com um caminhante, levando um pipoco da atiradora loira. Hershel novamente precisa bancar o médico, mas é serviço rápido e logo todos estão de volta à mesa de jantar. Durante a refeição, Carol agradece o empenho de Daryl e Maggie cede às insistentes tentativas de Glenn, que pede a ela que o encontre no celeiro. Chegando lá, o asiático não encontra exatamente a privacidade que procurava.

Fleshmob!
Fleshmob!

Os vivos falam, os mortos caminham e a narrativa se arrasta. Sem qualquer avanço na busca por Sophia, o episódio foi um loooongo imbrólio para mostrar apenas o conteúdo do celeiro e uma possível psicose de Daryl. Nem os slow motions de Zack Snyder conseguem prolongar tanto o tempo quanto os roteiristas dessa série.

Tags: , , ,

Leave a Reply

*

Pílula no Facebook

Enquanto isso, no Twitter

Arquivos

Categorias

-->

resume writing services