A A
RSS

Dexter 06×12 – This Is The Way The World Ends

por

19 de dezembro de 2011

Receituário, TV

Após a declaração dos produtores de Dexter de que essa temporada inciava o arco que fecharia a série (um arco formado por esta e as próximas duas temporadas), a expectativa por um season finale revelador tornou-se ainda maior. Apesar disso e de uma expectativa da série quebrar a fórmula que construiu – toda temporada surge um novo serial killer, que acaba na mesa do protagonista, e Dex segue escapando da polícia e do(s) psicopata(s) -, esse último episódio não foge à regra. Como os acontecimentos são bastante pontuais e pouco relevantes para quem acompanha a série (todo mundo sabe que Harrison vai escapar ileso das garras do vilão), deixo esse recap apenas com os acontecimentos mais relevantes.

Ah, tá... cereal killer! Bem bolado! Bem bolado!
Ah, tá... cereal killer! Bem bolado! Bem bolado!

Apesar da previsibilidade estrutural, o episódio apresenta duas grandes reviravoltas:

1. Deb assume sua paixão pelo semi-irmão. Enquanto estávamos preocupados com Dexter e do Travis, nos esquecemos do passageiro sombrio de Deb: sua terapeuta. Influenciada pelas sessões e provavelmente pela onda incestual em séries como Boardwalk Empire e Game of Thrones, Debra descobre que a suspeita de sua psicóloga estava certa. E vai direto fazer a revelação ao seu querido irmão, o que nos leva a…

2. Ao chegar na igreja para se declarar, Deb assiste ao ritual de assassinato de Dex no exato momento em que este mete a faca no bucho de Travis. Ele também a vê e não consegue dizer nada além de um irônico: “Oh, Deus.” [spoiler alert do livro] Considerando-se que, na obra original de Jeff Lindsay, esse flagrante acontecia no primeiro livro, logo após a morte de Brian, a revelação é um trunfo guardado na manga que faz sentido ser usado agora que a série caminha para o fim. É bom também para o espectador, já que os personagens principais terão outras prioridades. Como fica a prerrogativa de escapar da polícia agora que Deb sabe sobre Dex? Como isso afetará o relacionamento dos dois? Ela se tornará sua cúmplice ou amante? Considerando-se uma tenente novata na berlinda, ela poderá se dar ao luxo de fazer vista grossa às atividades extracurriculares do irmão? Por outro lado, Dexter comete tantos erros essa temporada, que parece uma questão de sorte ele não ter sido apanhado antes.

Caught in a bad bromance.
Caught in a bad bromance.

Além dessas grandes reviravoltas, algumas das expectativas para esse finale foram mais ou menos adiadas para a próxima temporada:

Em uma cena breve, Louis demonstra interesse em continuar trabalhando para a Miami Metro e consegue convencer Masuka (que faz uma hilária imitação do Mestre Yoda) a solicitar sua permanência como consultor.  Os escritores não foram muito sutis e fica óbvio como o aumento da fixação do personagem por Dexter. Batista pede a transferência de Quinn e Laguerta larga um pouco do pé de Deb, um respiro necessário já que a nova tenente não vai poder entregar o Assassino do Apocalipse em uma bandeja e vai precisar do apoio que conseguir no departamento agora que sabe que seu irmão/funcionário é um psicopata.

Por outro lado, algumas pontas soltas que poderiam ser exploradas, foram negligenciadas, como a influência súbita do seu irmão. Do mesmo jeito que apareceu, foi embora. A participação do Irmão Sam também mereceu uma transformação um pouco mais significativa no personagem e o mesmo pode-se dizer da Fada dos Dentes. Dex sentiu-se confuso em enxergar aquilo como um potencial futuro até o ponto que derrubou todas as lâminas. Apesar disso, nesse finale vemos o protagonista coletando uma nova lâmina como se nada tivesse acontecido. Olhando para trás, o episódio parece muito descolado da trama.

Por fim, gostaria de agradecer a todos que leram esses recaps e espero continuar escrevendo na próxima temporada. Ta-ta!

Tags: , ,

Leave a Reply

*

Pílula no Facebook

Enquanto isso, no Twitter

Arquivos

Categorias

-->

resume writing services