A A
RSS

Teorias Mutantes – X-Men: Days of Future Past

por

24 de março de 2013

Cinema, Overdose, Quadrinhos

Abril está chegando e o mês não trará apenas as corriqueiras mentiras do primeiro dia, mas também (e o que realmente importa) o início das gravações do sétimo filme dos mutantes da Marvel Comics pelos estúdios Fox, “X-Men: Days of Future Past”.

Bryan Singer, diretor do filme, promete o maior e melhor filme de sua carreira (que conta com “Os Suspeitos”, “O Aprendiz”, os dois primeiros X-Men, “Superman: O Retorno”, “Operação Valquíria”, ”Jack: O Matador de Gigantes” e a série “House”), e para isso ele unirá o passado e o futuro dos mutantes em um único filme com a premissa de viagem temporal, juntando a equipe de heróis da trilogia clássica e a equipe apresentada em “X-Men: Primeira Classe” (2011).

Singer constantemente atualiza seu Twitter com novidades sobre elenco, montagem de set e até mesmo comentários que podem ser usados como pistas para a trama, porém a história do filme continua uma grande incógnita. Então, como somos legais, resolvemos juntar todas essas peças para tentar entender melhor como pode ser “X-Men: Days of Future Past”.  Como o elenco vai contracenar? Quem pode ser o vilão? O que pode acontecer depois? Quais serão os possíveis ganchos para uma continuação? E como juntar em um único filme 14 anos de histórias cheias de furos cronológicos?

Dias de um Futuro Esquecido

Primeiramente temos que entender um pouco sobre a base das ideias para a produção do novo filme dos X-Men. O roteiro (de Singer, Matthew Vaughn e Simon Kinberg) do longa é baseado no arco de histórias da HQ “Dias de um Futuro Esquecido”, de John Byrne e Chris Claremont, publicado em Uncanny X-Men #141 e #142 (aqui no Brasil a história foi publicada em “Superaventuras Marvel #45, da editora Abril em 1986 e republicada posteriormente pela própria Abril, editora Mythos e editora Panini). As HQs mostram um futuro caótico para os mutantes, consequência da morte do Senador Robert Kelly (personagem que já apareceu em “X-Men: O Filme”, vivido pelo ator Bruce Davison). Após ser morto pela Irmandade de Mutantes o governo cria maquinas para caçar mutantes, chamadas de Sentinelas. Esses robôs gigantes são responsáveis pelo o extermínio e aprisionamento dos mutantes em campos de concentração. Para alterar esse destino, a X-Man Kitty Pryde transporta sua consciência para o passado e alerta os X-Men para que impeçam a morte de Kelly e salvem o futuro.

As Teorias

Sabemos, então, o que pode acontecer no filme “Days of Future Past”. Será apresentado um futuro caótico em que os X-Men do futuro (apresentados pelo elenco da trilogia clássica) voltam de alguma maneira para o passado e encontram a equipe dos X-Men ainda em formação, após os acontecimentos de “Primeira Classe”. Como essa viagem será feita? Quem ira para o passado? Se será a consciência de Kitty Pryde ou não, já fica por conta da adaptação que a história sofrerá. Mas já temos palpites fortes, apoiados em rumores sobre a contratação do ator de “Intocáveis”, Omar Sy, que pode viver o mutante Bishop. Nos quadrinhos, o personagem faz uma viagem temporal na megassaga “A Era do Apocalipse”. Se isso ocorrer em “Days of Future Past” os personagens da trilogia clássica não devem contracenar com a equipe da “Primeira Classe”, já que Bishop deve fazer essa ponte entre o futuro caótico e o passado.

A grande duvida é: Que futuro caótico será esse?

Lembro-me de um posicionamento de Singer dizendo que ele pretende arrumar a cronologia dos X-Filmes com esse novo, então, acredito que o futuro caótico será as consequências de “X-Men: O Confronto Final”. A rebelião da Irmandade comandada por Magneto e o surgimento da Fênix pode ter acarretado uma desconfiança muito grande do governo com os mutantes. Sabendo que eles são perigosos, uma espécie de caçada pode ter sido aberta. Com a Cura como munição e a criação de Sentinelas, os mutantes são eliminados e presos. Assim, os X-Men precisam alertar suas contrapartes do passado, para modificar o futuro deles.

Como?

A chave para essa mudança, de alguma forma, deve estar relacionada ao mutante Apocalipse.

Sim, rumores recentes apontam que o Apocalipse, um dos maiores vilões das histórias dos X-Men, será o vilão (ou um dos vilões) do filme. E isso pode funcionar da seguinte forma: ao invés do gatilho da mudança do futuro ser o impedimento da morte de alguém (desconsidere o Senador Kelly, pois nos filmes ele morre por volta do ano de 2010, e o “Days of Future Past” se passará em 1970), ele pode ser a descoberta dos artefatos que acordarão Apocalipse. Algo muito similar aconteceu na série animada “X-Men: Evolution”, em que os próprios X-Men libertam Apocalipse por engano e depois eles precisam se unir para enfrentar e aprisionar novamente esse poderoso mutante.

Mas algo diferente também pode acontecer. Ainda falando sobre séries animadas,”X-Men: The Animated Series” e “Wolverine e os X-Men” tiveram arcos de histórias em que “A Era do Apocalipse” e “Dias de um Futuro Esquecido” se mesclavam, já que ambos apresentam um futuro alternativo.

Você não sabe o que é “A Era do Apocalipse”?

A Era do Apocalipse

“Age of Apocalypse” foi um evento que envolveu todos os títulos dos quadrinhos dos X-Men entre o ano de 1995 e 1996. Nele o mutante Legião (filho do professor Charles Xavier) vai ao passado para matar o mutante Magneto, porém, Xavier impede e é morto pelo futuro filho por engano. Sem Xavier, Magneto passa a liderar os X-Men, ciente do sacrifício do amigo e rival, levantando uma bandeira de paz entre humanos e mutantes que Xavier sempre apoiou.

Sabendo da morte de Xavier, o mutante Apocalipse orquestra uma guerra contra os humanos para conquistar o mundo inteiro. Começa aos poucos, pelos continentes, transformando-os no que era chamado de “Ilhas do Apocalipse”, controlando e manipulando outros mutantes e exercendo sua soberania no mundo.

Para salvar o planeta, o mutante Bishop, que fazia parte da resistência mutante (desvinculada da equipe de Magneto) vai ao passado para alertar os X-Men sobre a morte de Xavier e impedir que o mentor da equipe mutante morra, evitando a formação da Era do Apocalipse no futuro.

Notou a semelhança de acontecimentos na trama de “Era do Apocalipse” com “Dias de um Futuro Esquecido”?

O que esperar depois?

Vendo a complexidade das duas sagas dos quadrinhos, juntar “A Era do Apocalipse” com “Dia de um Futuro Esquecido” pode ser um grande erro. Inflar o filme com mutantes já foi o problema de “X-Men: O Confronto Final” e “X-Men Origens: Wolverine” e a pluralidade de vilões também foi um ponto negativo de “O Confronto Final” (que teve A Cura, a Fênix e a rebelião da Irmandade), mas as duas sagas já se mostraram parecidas e, mesmo não tendo muito espaço para Sentinelas e o Apocalipse no mesmo filme, acredito que “Days of Future Past” será a ponta de um iceberg bem maior.

Apocalipse realmente pode estar no filme, não tenho dúvidas sobre isso, mas ele deve ser parte de algo muito mais amplo: ser o grande vilão de uma continuação que coloque a equipe da “Primeira Classe” em consequências ainda mais catastróficas por tentarem modificar o futuro. Quem não se lembra de “De volta para o Futuro” (trilogia lançada em 1985, 1989 e 1990), “A Máquina do Tempo” (1960, com remake em 2002) e “Exterminador do Futuro” (1984)? Tentar mudar o passado para alterar o futuro, pode fazer com que seja ainda muito pior do que o previsto.

Bishop
Bishop

E a cronologia?

X-Men é uma série de filmes que completou 13 anos. É mais do que comum ter erros cronológicos com a diversidade de diretores e roteirista que passaram pela produção dos longas. Alguns erros são: Emma Frost aparecer tanto em “Primeira Classe” como em “X-Men Origens”, como se ela fosse duas mutantes diferentes, com nome e poderes iguais; Xavier aparecer em pé em “X-Men Origens” e ficar paraplégico em “Primeira Classe” que se passa antes; Hank McCoy aparecer normal em “X-Men 2” e peludo em “Primeira Classe”, entre outros erros.

Além disso, a série carrega três problemas completamente normais em uma série grande de filmes que não recebeu um planejamento: 1 – Os atores estão envelhecendo; 2 – Personagens mal utilizados não podem retornar sem ferrar mais a cronologia (como Gambit, Ciclope e Anjo); 3 – Existe a obrigação de fechar os filmes sobre origem com o primeiro filme da série, ou seja, casar o final da série “Primeira Classe” com o início de “X-Men: O Filme”.

Tem uma solução fácil para esses problemas: o reboot. Justiceiro, Hulk, Homem-Aranha e agora o Quarteto Fantástico já passaram por isso. Esquecer o que já foi feito e começar do começo.

Mas a Fox pode fazer algo completamente diferente e ousado com os X-Men: a ida dos mutantes da trilogia clássica para o passado pode fazer com que tudo mude. Tudo mesmo! Pode fazer com que o futuro seja alterado de uma forma que “X-Men Origens”, “X-Men: O Filme” e os posteriores seriam desconsiderados durante os próprios acontecimentos de “Days of Future Past”, criando assim novas tramas, reposicionando os personagens utilizados, renovando o elenco, sem precisar de um reboot necessariamente dito.

Mercadologicamente falando, essa seria a cartada da Fox para estender o universo mutante, sem ter a obrigação de tentar realinhar os acontecimentos dos novos filmes com os antigos e sem precisar apertar o botão “reset”.

“Days of Future Past” pode ser a segunda parte de uma trilogia que se iniciou em “Primeira Classe” e finalizará com uma mudança total na equipe, gerando um novo fôlego.

Mural montado pelo diretor com elenco de Days of Future Past
Mural montado pelo diretor com elenco de Days of Future Past

Quem vai aparecer:

O elenco do filme tem como confirmado os seguintes atores:

De “X-Men: Primeira Classe”: Jennifer Lawrence (Raven/Mística), Nicholas Hoult (Hank McCoy/Fera), Michael Fassbender (Erik Lehnsherr/Magneto) e James McAvoy (Charles Xavier).

Da trilogia clássica: Hugh Jackman (Logan/Wolverine), Ellen Page (Kitty Pryde), Halle Berry (Ororo Munroe/Tempestade), Shawn Ashmore (Bobby Drake/Homem de Gelo), Ian McKellen (Erik Lehnsherr/Magneto), Anna Paquin (Marie/Vampira), Patrick Stewart (Professor Charles Xavier) e Daniel Cudmore (Piotr Rasputin/Colossus).

Sangue novo: Omar Sy (papel ainda em mistério, mas há apostas que ele viverá o mutante Bishop), Bingbing Fan (Claire Ferguson/Blink, mutante que estreou nos quadrinhos na saga “A Era do Apocalipse”, reforçando os rumores da presença do poderoso vilão no filme), Peter Dinklage (a grande incógnita, sabe-se apenas que ele será o principal vilão do filme. Seria Apocalipse?) e Booboo Stewart.

Quem ainda pode aparecer:

Vendo os nomes, vemos que a equipe da “Primeira Classe” está bem defasada. Esperamos então o anúncio de Lucas Till (Alex Summers/Destrutor), Caleb Landry Jones (Sean Cassidy/Banshee), Jason Flemyng (Azazel). Outros personagens como Maré Selvagem (Álex González), Emma Frost (January Jones) e Angel (Zoë Kravitz) são dúvidas e provavelmente não retornarão.

Alan Cumming também foi cogitado para viver de novo o mutante Noturno.

Extra: Para não se perder, entenda a ordem dos filmes de X-Men

Com a licença poética dos erros de cronologia, para você não ficar perdido, veja abaixo a ordem cronológica dos X-Filmes:

“X-Men: O Filme” é o marco zero, seguido por “X-Men 2”, “X-Men: O Confronto Final” e “Wolverine – Imortal” (que estreia em maio). Logo antes do marco zero temos “X-Men Origens: Wolverine” e, bem antes, “X-Men: Primeira Classe”.

“X-Men: Days of Future Past” provavelmente se passará em duas linhas temporais distintas: um ponto após “Wolverine – Imortal” (o futuro caótico) e um ponto posterior a “X-Men: Primeira Classe”, em 1970.

“X-Men: Days of Future Past” tem a estreia prevista para abril de 2014.

Tags: , , , , , , ,

Leave a Reply

*

Pílula no Facebook

Enquanto isso, no Twitter

Arquivos

Pílula no Youtube

Categorias

-->
  • A gente
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
  • resume writing services