Asa Noturna, o arroz de festa das adaptações da DC Comics

Os últimos dias foram recheados de novidades sobre a participação de um personagem nas adaptações da DC Comics no cinema e na televisão: o Asa Noturna.

O primeiro boato coloca Dick Grayson, o primeiro Robin dos quadrinhos, como o Asa Noturna no filme “Batman vs Superman”, a sequência de “O Homem de Aço” que colocará os dois principais heróis da DC em um mesmo filme em 2015.

Três atores estão cotados para viver o Asa Noturna: Adam Driver (“Girls”), Penn Badgley (“Gossip Girl”) e Ezra Miller (“As Vantagens de Ser Invisível”).

Até então, tudo bem, porém essa semana surge a notícia de que Steven R. McQueen (“Vampire Diaries”) fará uma participação na série “Arrow”, e no melhor estilo Bryan Singer (que adora postar novidades de seus filmes no twitter) o ator colocou a foto abaixo com a descrição: “Treinamento para Asa Noturna”.

Diacho! Será mesmo que a Warner vai fazer uma tremenda bagunça na cronologia das suas adaptações, criando um Asa Noturna para a série “Arrow” e um Asa Noturna para o cinema?

Revimos algumas notícias e levantamos possibilidades do pensamento da Warner para colocar o Asa Noturna na série “Arrow”. Chegamos a quatro hipóteses:

O Asa Noturna de “Arrow” não será Dick Grayson e sim John Blake.

Seria uma das coisas mais legais que a Warner poderia fazer com o personagem (interpretado por Joseph Gordon-Levitt no filme “O Cavaleiro das Trevas Ressurge”), como uma versão mais realista do Robin e responsável por continuar o legado de Bruce Wayne como Batman. Muitos fãs pediram uma participação de John Blake em uma série própria e ate mesmo em um filme. Antes do anúncio de “Batman vs Superman” um filme da Liga da Justiça estava cotado para sair em 2015 e muitos achavam que Gordon-Levitt viveria Blake como Batman, mas que seria inviável pela pouca popularidade e risco que o personagem traria para a franquia

Essa hipótese de Blake ser o Asa Noturna é bem válida por vários motivos. Em nenhum momento McQueen disse que viveria Dick Grayson e sim que faria o “Asa Noturna” – e qualquer outro personagem pode ser o Asa Noturna de acordo com a histórias que a Warner quer contar. Blake já foi utilizando como Asa Noturna em um curta metragem feito por fã, chamado “The Dark Knight Legacy” e mostrou que funcionaria bem. Além disso, a Warner nunca se posicionou dizendo que a trilogia “O Cavaleiro das Trevas”, dirigida por Christopher Nolan, seria desconsiderada da cronologia do “Universo DC Cinematográfico”, ela apenas se situou dizendo que não fará mais nenhuma história de origem do Batman e que o novo Homem Morcego (que será vivido por Ben Affleck) é um herói velho voltando de uma aposentadoria. Oras, quem assistiu ao “Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge” sabe que o herói se aposenta ao final do filme. Affleck poderia ser, facilmente, a versão “mais velha” de Christian Bale.

Outra coisa que fortifica a hipótese foi a menção de Ra’s Al Ghul em “Arrow”. Já na primeira temporada ele dá vestígios de existir, pois Merlyn (o principal vilão do primeiro ano da série) treinou em Nanda Parbat, cidade fictícia que fica no Tibet e serviu nos quadrinhos como base da Liga dos Assassinos, comandada por Ra’s Al Ghul. Para confirmar, o nome do vilão, junto com a própria Liga dos Assassinos, aparece no terceiro episódio da segunda temporada (intitulado “Broken Dolls”), sendo a seita em que a Canário Negro da série treinou.

John Blake, o Asa Noturna, pode se encaixar perfeitamente nesse cenário. Helena Bertinelli, a Caçadora (interpretada por Jessica De Gouw), voltará à série, provavelmente após uma curta passagem por Gotham City: lá ela conheceria Blake e juntos iriam para Starling City investigar sobre Ra’s Al Ghul e a Liga dos Assassinos, já que Ra’s foi o principal vilão da trilogia “O Cavaleiro das Trevas” no comando das Liga das Sombras (outro grupo que o vilão faz parte nos quadrinhos). Vale lembrar que Ra’s Al Ghul morre em “Batman Begins” (2005), porém, no mesmo filme é mostrado que a verdadeira identidade dele era escondida para criar o mito de imortalidade do personagem. Em “Arrow”, algo similar pode ser mostrado, fazendo outra pessoa usar o nome de Ra’s Al Ghul e transformá-lo em uma “ideia” e “conceito”, fazendo com que as Ligas da Sombra e dos Assassinos nunca deixassem de existir mesmo após sua morte.

Essa hipótese colocaria a série “Arrow” como ponte entre os filmes do Batman (usando Blake e Ra’s Al Ghul) e os futuros filmes da DC (usando o Flash). Sem dizer que, mesmo não participando ativamente das produções, Nolan se tornou uma espécie de “consultor” do Universo DC em live action, já que a inclusão do Flash em “Arrow” só foi possível após sua permissão…

O Asa Noturna de “Arrow” será o Dick Grayson mais jovem

Seguindo pelo raciocínio de que a Warner está cotando atores diferentes para ser o Asa Noturna no filme “Batman vs Superman” e em “Arrow”, podemos imaginar que na série do Arqueiro, Dick Grayson ainda estará jovem (McQueen tem 25 anos), no início da sua carreira como vigilante, enquanto no filme estará estabelecido como um herói mais velho e apto para substitui o Batman. Em 2015, Adam Driver terá 32 anos e Penn Badgley 29. Apenas Ezra Miller destoa, sendo o mais novo de todos, e terá apenas 23 anos durante o lançamento de “Batman vs Superman”.

Dane-se a cronologia.

Pode acontecer, e eu não duvido nada disso. A Warner pode estar se lixando para criar um universo coeso entre séries e filmes e pode considerar “Arrow” e os futuros seriados histórias completamente à parte dos filmes.

Logo, cada mídia teria um universo de histórias. Então, podemos ver dois “Asa Noturnas”, dois Ra’s Al Ghuls”, dois “Flashes”, duas DC Comics aparecendo em paralelo, uma na televisão e uma no cinema, bagunçando e confundindo tudo e mostrando que a Warner, de fato, não aprendeu com seus erros e nem com os acertos de sua concorrente, a Marvel Studios, que ( mesmo patinando na “Fase 2” de seu universo cinematográfico) soube juntar os oito filmes já lançados e um seriado, dentro de um mesmo universo.

McQueen está zoando com a nossa cara

A última hipótese pode ser apenas uma tremenda brincadeira de Steven R. McQueen, que postou uma foto dizendo treinar para ser o Asa Noturna (e até aparecer com uma camiseta do personagem) por pura farra. Não podemos esquecer que até Justin Bieber apareceu com o roteiro de “Batman vs Superman” nas mãos, postou no twitter e todo mundo quase morreu do coração achando que ele seria o Robin.

Por enquanto, a participação de McQueen na série ainda não tem data para acontecer e mais notícias devem pipocar em breve.

“Arrow” é transmitido todas as quartas-feiras no canal The CW, nos EUA. No Brasil, o canal pago Warner exibe a série, porém a segunda temporada ainda não tem data para estrear por aqui.

Leave a comment

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.