A A
RSS

Alemão

por

12 de março de 2014

Cinema, Receituário

Alemão

Brasil, 2014

  • Dir: José Eduardo Belmonte
  • Elenco: Caio Blat, Milhem Cortaz, Marcelo Melo Jr., Gabriel Braga Nunes, Otávio Muller, Cauã Reymond, Mariana Nunes, Antonio Fagundes, Jefferson Brasil

Avaliação: ★★★☆☆ 

Quem espera de “Alemão” uma espécie de “Falcão Negro em Perigo” no morro, pode esquecer. Apesar de uma movimentada cena de ação no início com um motoqueiro, o filme trata a invasão do Morro do Alemão entre quatro paredes, usando apenas sons de um helicóptero que nunca se vê e imagens de arquivo da televisão. A história fictícia com pano de fundo real trata de cinco policiais infiltrados na comunidade para descobrir as rotas do tráfico de drogas e que são descobertos pelo chefão Cauã Reymond bem no meio da operação policial de 2010 que instalaria as Unidades Pacificadoras no local. Todos os cinco vão para o ponto de encontro, uma pizzaria, e lá ficam encurralados sem saber como sair.

O diretor José Eduardo Belmonte mistura “Assalto à 13ª DP” com “Cães de Aluguel”, só que com pouca ação e passando longe de uma trama inventiva.  Cada personagem tem uma história misteriosa do passado que nunca se desenvolve satisfatoriamente, e é uma pena que o mais interessante em cena seja o menos aproveitado (Marcello Melo Jr.). A dinâmica que se estabelece no esconderijo é de desconfianças mútuas, e o roteiro parece seguir passo a passo o manual de viradas na história. Mas nada é bem explicado, a rixa entre os personagens de Caio Blat e Milhem Cortaz logo é esquecida e todo o ato final não faz muito sentido.

A tensão é bem construída, e a sensação de perigo é palpável. Mas a montagem não ajuda a estabelecer a ação de forma temporal, tornando confusa a passagem dos dias e sua relação com as imagens da ocupação real mostradas de forma insistente. A ação na maior parte das vezes é filmada de perto e no escuro, dificultando o senso de direção e atrapalhando nossa orientação e, consequentemente, a preocupação com os personagens.

Aliás, a forma esquemática com que todos são construídos atrapalha a identificação, já que o tempo todo nos sentimos vendo não pessoas, mas seres interpretados por atores. Durante os créditos finais, “Alemão” apresenta imagens recentes das manifestações, forçando um cunho social que sua narrativa nunca alcança de verdade, apesar de ter o mérito de discutir o papel da polícia em comunidades. Com jeitão de minissérie da Globo, tem bons momentos e não faria feio em um “Supercine” da vida. Mas é pouco para quem já se acostumou com filmes policiais bem melhores.

)

Tags: , , , , , , , , ,

Leave a Reply

*

Pílula no Facebook

Enquanto isso, no Twitter

Arquivos

Categorias

-->

resume writing services