Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Jodie Foster

receite essa matéria para um amigo


Qual fio cortar?
Alicia Christian Foster começou a carreira mostrando sua bundinha branca, ao ter o traje de banho puxado por um cachorro, em um comercial de bronzeador, aos três anos. Mesma idade em que começou a ler, em 1965. Nascida em Los Angeles, aos dois de novembro de 1962, seus irmãos – Lucinda, Constance e Buddy – sempre a chamaram de Jodie, nome pelo qual viria a ser conhecida.

Depois de comerciais e seriados, no filme “Alice não mora mais aqui”, de 1974, ela interpretou uma menina-moleque, dirigida por Martin Scorsese. Em 1975, ele a escalaria para “Taxi Driver”, no papel de uma prostituta de 12 anos. Jodie Foster passou por testes psicológicos para provar ser “normal” o bastante para interpretar uma prostituta. Tão normal, que foi indicada ao Oscar de atriz coadjuvante pelo papel.

Fluente no francês desde os 14 anos, até hoje dubla as versões francesas de seus longas. Em “Eterno amor” - no qual ela se ofereceu para trabalhar com o diretor Jean-Pierre Jeunet, de quem é fã - pode-se conferir o “biquinho” da atriz. Aos 23 anos, graduou-se em Literatura Inglesa, em Yale. Ela ainda recebeu um “doutorado honorário” em Belas Artes, em 1997.

Nunca estudou atuação, mesmo tendo recebido dois Oscar com menos de 30 anos - por “Acusados”, de 1988, no papel de uma vítima de estupro, e pela investigadora do FBI Clarice Starling, de “O silêncio dos inocentes”, em 1991. O filme é um dos três únicos a ter recebido os cinco principais Oscar – filme, direção, roteiro, ator e atriz.

Um dos episódios mais controversos de sua carreira, no entanto, ocorreu em 1981. Em 30 de março daquele ano, John Hinckley, um psicopata obcecado por “Taxi Driver” e por Foster, atirou no presidente Ronald Reagan, reproduzindo um plano não-executado pelo sociopata vivido por De Niro. Preso, ele disse que havia feito tudo por Foster, “a pessoa mais importante de sua vida”.

Apesar do inferno temporário que isso causou em sua vida, Jodie seguiu em frente. Ela fundou sua produtora, Egg, e estreou na direção em 1991, com “Mentes que brilham”, sobre um garoto prodígio, cuja mãe tenta lhe proporcionar uma vida normal. Com dois filhos – Charles e Kit, de quem estava grávida quando filmou “O quarto do pânico” - ela fechou a empresa, em 2001. Ninguém sabe quem é o pai dos meninos. Atualmente, ela luta para filmar “Flora plum”, seu próximo projeto na direção, além de estar em “O plano perfeito”, de Spike Lee, com Denzel Washington e Clive Owen.

Jodie em seu momento Missão: Impossível
Filmografia
  • A ilha da imaginação (2008)
  • Valente (2007)
  • O plano perfeito (2006)
  • Plano de vôo (2005)
  • Eterno amor (2004)
  • Quarto do pânico (2002)
  • Meninos de Deus (2002)
  • Anna e o rei (1999)
  • Contato (1997)
  • Maverick (1994)
  • Nell (1994)
  • Sommersby – O retorno de um estranho (1993)
  • Neblina e sombras (1992)
  • Mentes que brilham (1991)
  • O silêncio dos inocentes (1991)
  • Atraída pelo perigo (1989)
  • Acusados (1988)
  • Memórias secretas (1988)
  • Marcas de uma paixão (1987)
  • Vingança tardia (1987)
  • Choque de paixão e morte (1986)
  • O sangue dos outros (1984)
  • Um hotel muito louco (1984)
  • Svengali – Nasce uma cantora morre um sonho (TV) (1983)
  • O'Hara's Wife (1982)
  • Carny (1980)
  • Foxes (1980)
  • Candleshoe (1977)
  • Il Casotto (1977)
  • Moi, Fleur Bleue (1977)
  • A menina do outro lado da rua (1976)
  • Se eu fosse minha mãe (1976)
  • Bugsy Malone – Quando as metralhadoras cospem (1976)
  • Taxi Driver (1976)
  • Ecos de um verão (1976)
  • The Secret Life Of TK Dearing (TV) (1975)
  • Alice não mora mais aqui (1974)
  • Smile, Jenny, You're Dead (TV) (1974)
  • One Little Indian (1973)
  • Rookie Of The Year (TV) (1973)
  • Alexander (TV) (1973)
  • Tom Sawyer (1973)
  • Brutal beleza (1972)
  • Napoleon And Samantha (1972)
  • Menace On The Mountain (TV) (1970)

» leia/escreva comentários (7)