Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Goldfrapp

por Rodrigo Ortega

receite essa matéria para um amigo


Alison anja
Alison Goldfrapp é uma garota com carinha de anjo e sobrancelhas finas que, desde o fim dos anos 90, encanta ouvintes com sua voz etérea sobre bases eletrônicas classudas. Os dois primeiros discos do seu grupo, Goldfrapp (batizado por causa do seu sobrenome, não o contrário) conquistaram fãs como Fernanda Takai. “Perfeito, como o disco deles”, disse a cantora brasileira à revista Bizz sobre uma apresentação do grupo em 2001. Cinco anos depois, Fernanda vai poder ouvir em seu próprio país as músicas do terceiro disco do Goldfrapp, Supernature, em edição nacional e também ao vivo.

A cantora, compositora e tecladista da cidade inglesa de Bath começou a soltar a voz na década passada, em faixas de artistas eletrônicos como Tricky e Orbital. Nesta época ela ainda estudava artes plásticas na universidade Middlesex. O também compositor Will Gregory se identificou com o trabalho da garota e em 2000 eles lançaram o primeiro disco do Goldfrapp, Felt Mountain. As gravações e os shows emplacaram. Em 2003 eles lançaram o segundo disco, Black Cherry.

Ao contrário de muitos artistas com os quais Alison colaborou, o som eletrônico do Goldfrapp não ficou datado. Em 2005 saiu Supernature, disco mais acessível e bem-sucedido da dupla, que já rendeu quatro singles: “Ooh lala”, “Number 1”, “Fly me away” e “Ride a White Horse”. Em 2006 o álbum foi editado nos EUA e até no Brasil, pela EMI.

O Goldfrapp preza pelo visual, inspirado no cinema europeu e em idéias peculiares da vocalista. “Gosto de fazer parte desta cena de pessoas que criam tudo por conta própria: fazer a própria música, desenhar as próprias capas de discos, usar as próprias roupas”, conta Alison no site da banda. A cantora tem fixação por animais, que aparecem em quase todos os clipes. Ela imita uma cachorrinha no sensacional vídeo de “Number 1”, boa pedida para uma visita ao You Tube.

Eles também cuidam do visual no palco: dançarinas de cabaré fazem companhia aos músicos. O Goldfrapp caiu nas graças da curadoria do Tim Festival 2006, aparentemente fã de duplas européias e bandas “yeah” americanas, e está escalado para o festival junto com Daft Punk, Yeah Yeah Yeahs e Clap Your Hands Say Yeah. Referências fonográficas para as apresentações estão nos seis discos oficiais que o Goldfrapp lançou, só neste ano, no projeto Live Here Now, que investe na idéia de Eddie Vedder de disponibilizar os álbuns logo após os shows.

E Alison diaba
Discografia:
  • Supernature - 2006
  • Black Cherry - 2003
  • Felt Mountain - 2000

» leia/escreva comentários (11)