Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Academicamente vadias

11.10.08

por Daniel Oliveira

A casa das coelhinhas

(The house bunny, EUA, 2008)

Dir.: Fred Wolf
Elenco: Anna Faris, Emma Stone, Colin Hanks, Kat Dennings, Dana Goodman, Christopher McDonald, Beverly D’Angelo, Hugh Hefner

Princípio Ativo:
vadiagem

receite essa matéria para um amigo

“A casa das coelhinhas” atesta que, para sobreviver ao mundo de panelinhas e preconceitos do colegial/faculdade, você tem que ser gostosa, superficial, vestir-se como uma dançarina de clipe de rap e comportar-se como uma vadia. Como se essa época de escola fosse fácil assim.

Considere um pouco de mau humor da minha parte. Mas “A casa das coelhinhas” é “Legalmente loira” - só que, no lugar de Reese Witherspoon no eterno papel da garota que quer se provar mais inteligente do que parece, temos Anna Faris no eterno papel de garota ainda mais burra do que parece. Até as roteiristas Karen McCullah Lutz e Kirsten Smith são as mesmas (o que me impressionou é que elas também são autoras do simpático “10 coisas que eu odeio em você”).

Enfim. Se você gosta de Anna Faris fazendo e dizendo coisas constrangedoramente constrangedoras, do mesmo jeito que em “Todo mundo em pânico” – só que com menos roupa –, vai assistir e eu não posso te impedir. Mas resolvi gastar meus caracteres com informações interessantes e destacar três coisas pra você prestar atenção em “A casa das coelhinhas”, que não o decote e os peitos ridiculamente aumentados de Faris:

Emma Stone: Lembra-se dela? Ela é a ruiva gatinha e simpática por quem o personagem de Jonah Hill se apaixona em “Superbad”. Em “A casa das coelhinhas”, Emma parece ser a única que está realmente atuando. Ela é a única remotamente engraçada – é tão simpática que dá até pena de estar em um filme tão ruim. Em 2009, Emma promete no papel da adolescente que se torna amiga de um escritor em “Paper man”.

Kat Dennings: Lembra a Juno? Aquela menina bonitinha, que gostava de rock indie e falava mal de Sonic Youth e por quem você caiu de quatro? Pois é, ela nunca mais te ligou e sumiu e você está carente de novo. Entra Kat Dennings. Em “A casa das coelhinhas”, ela é a menina que vira cool quando passa a se vestir como a Avril Lavigne. Mas não é isso que importa. Dennings será a Norah de “Uma noite de amor e música”. Filha de um dono de gravadora, ela vira uma noite em Nova Iorque passeando por clubes underground com...Michael Cera! É claro que eles vão se apaixonar e você por eles. Então, Dennings é sua próxima musa indie. Anote aí. O filme estréia aqui 29 de fevereiro do ano que vem. E a moça ainda tem um videoblog super legal.

Colin Hanks: Será que desta vez o filho do Tom? engrena? O moço nem aparece muito em “A casa das coelhinhas”, mas as melhores cenas de Faris são com ele. Se Colin se esmerar na imitação daquele charme desengonçado do pai, ele pode dar certo. A gente pode até combinar e fingir que não está percebendo o plágio =)

Mais pílulas:
- Ela é o cara
- O diabo veste...pink?
- ou Navegue por todas as críticas do Pílula

Dennings, Stone e uma gostosa genérica pra enfeitar.

» leia/escreva comentários (4)