Kevin Smimimith

Nossa avaliação

Sério que este filme novo do Kevin Smith até parece bom. A escolha do elenco, ao que tudo indica, é acertadinha. A história é banal, mas tosca-engraçada, do jeito que só o cara sabe fazer. E os toques metalinguísticos típicos dos roteiros do cineasta funcionam no trailer (o timing da piada com o “I repeat” é na mosca). E a gente nem precisava do “I fucking love this movie” do Tarantino pra dizer isso. O problema parece ser essa fase mimimi do diretor, dando piti no Festival de Sundance, batendo boca com crítico e murrinhando “ninguém me ama, ninguém me quer. Vou pegar a bola e distribuir meu filme sozinho, nhem nhem nhem, belém belém”. Tipo… carência de gordo, né? Assim que Smith engolir o choro, virar homem e voltar a ser o cara gente fina que a gente conhece, sem se f*der com o que os outros pensam a respeito dos filmes que ele faz, a gente jura que entra na fila para a sessão de “Red state”. Até porque ele parece beeem divertido.

“Red state” ainda não tem previsão de lançamento no Brasil.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009