Teorias Mutantes – X-Men: Days of Future Past

Abril está chegando e o mês não trará apenas as corriqueiras mentiras do primeiro dia, mas também (e o que realmente importa) o início das gravações do sétimo filme dos mutantes da Marvel Comics pelos estúdios Fox, “X-Men: Days of Future Past”.

Bryan Singer, diretor do filme, promete o maior e melhor filme de sua carreira (que conta com “Os Suspeitos”, “O Aprendiz”, os dois primeiros X-Men, “Superman: O Retorno”, “Operação Valquíria”, ”Jack: O Matador de Gigantes” e a série “House”), e para isso ele unirá o passado e o futuro dos mutantes em um único filme com a premissa de viagem temporal, juntando a equipe de heróis da trilogia clássica e a equipe apresentada em “X-Men: Primeira Classe” (2011).

Singer constantemente atualiza seu Twitter com novidades sobre elenco, montagem de set e até mesmo comentários que podem ser usados como pistas para a trama, porém a história do filme continua uma grande incógnita. Então, como somos legais, resolvemos juntar todas essas peças para tentar entender melhor como pode ser “X-Men: Days of Future Past”.  Como o elenco vai contracenar? Quem pode ser o vilão? O que pode acontecer depois? Quais serão os possíveis ganchos para uma continuação? E como juntar em um único filme 14 anos de histórias cheias de furos cronológicos?

Dias de um Futuro Esquecido

Primeiramente temos que entender um pouco sobre a base das ideias para a produção do novo filme dos X-Men. O roteiro (de Singer, Matthew Vaughn e Simon Kinberg) do longa é baseado no arco de histórias da HQ “Dias de um Futuro Esquecido”, de John Byrne e Chris Claremont, publicado em Uncanny X-Men #141 e #142 (aqui no Brasil a história foi publicada em “Superaventuras Marvel #45, da editora Abril em 1986 e republicada posteriormente pela própria Abril, editora Mythos e editora Panini). As HQs mostram um futuro caótico para os mutantes, consequência da morte do Senador Robert Kelly (personagem que já apareceu em “X-Men: O Filme”, vivido pelo ator Bruce Davison). Após ser morto pela Irmandade de Mutantes o governo cria maquinas para caçar mutantes, chamadas de Sentinelas. Esses robôs gigantes são responsáveis pelo o extermínio e aprisionamento dos mutantes em campos de concentração. Para alterar esse destino, a X-Man Kitty Pryde transporta sua consciência para o passado e alerta os X-Men para que impeçam a morte de Kelly e salvem o futuro.

As Teorias

Sabemos, então, o que pode acontecer no filme “Days of Future Past”. Será apresentado um futuro caótico em que os X-Men do futuro (apresentados pelo elenco da trilogia clássica) voltam de alguma maneira para o passado e encontram a equipe dos X-Men ainda em formação, após os acontecimentos de “Primeira Classe”. Como essa viagem será feita? Quem ira para o passado? Se será a consciência de Kitty Pryde ou não, já fica por conta da adaptação que a história sofrerá. Mas já temos palpites fortes, apoiados em rumores sobre a contratação do ator de “Intocáveis”, Omar Sy, que pode viver o mutante Bishop. Nos quadrinhos, o personagem faz uma viagem temporal na megassaga “A Era do Apocalipse”. Se isso ocorrer em “Days of Future Past” os personagens da trilogia clássica não devem contracenar com a equipe da “Primeira Classe”, já que Bishop deve fazer essa ponte entre o futuro caótico e o passado.

A grande duvida é: Que futuro caótico será esse?

Lembro-me de um posicionamento de Singer dizendo que ele pretende arrumar a cronologia dos X-Filmes com esse novo, então, acredito que o futuro caótico será as consequências de “X-Men: O Confronto Final”. A rebelião da Irmandade comandada por Magneto e o surgimento da Fênix pode ter acarretado uma desconfiança muito grande do governo com os mutantes. Sabendo que eles são perigosos, uma espécie de caçada pode ter sido aberta. Com a Cura como munição e a criação de Sentinelas, os mutantes são eliminados e presos. Assim, os X-Men precisam alertar suas contrapartes do passado, para modificar o futuro deles.

Como?

A chave para essa mudança, de alguma forma, deve estar relacionada ao mutante Apocalipse.

Sim, rumores recentes apontam que o Apocalipse, um dos maiores vilões das histórias dos X-Men, será o vilão (ou um dos vilões) do filme. E isso pode funcionar da seguinte forma: ao invés do gatilho da mudança do futuro ser o impedimento da morte de alguém (desconsidere o Senador Kelly, pois nos filmes ele morre por volta do ano de 2010, e o “Days of Future Past” se passará em 1970), ele pode ser a descoberta dos artefatos que acordarão Apocalipse. Algo muito similar aconteceu na série animada “X-Men: Evolution”, em que os próprios X-Men libertam Apocalipse por engano e depois eles precisam se unir para enfrentar e aprisionar novamente esse poderoso mutante.

Mas algo diferente também pode acontecer. Ainda falando sobre séries animadas,”X-Men: The Animated Series” e “Wolverine e os X-Men” tiveram arcos de histórias em que “A Era do Apocalipse” e “Dias de um Futuro Esquecido” se mesclavam, já que ambos apresentam um futuro alternativo.

Você não sabe o que é “A Era do Apocalipse”?

A Era do Apocalipse

“Age of Apocalypse” foi um evento que envolveu todos os títulos dos quadrinhos dos X-Men entre o ano de 1995 e 1996. Nele o mutante Legião (filho do professor Charles Xavier) vai ao passado para matar o mutante Magneto, porém, Xavier impede e é morto pelo futuro filho por engano. Sem Xavier, Magneto passa a liderar os X-Men, ciente do sacrifício do amigo e rival, levantando uma bandeira de paz entre humanos e mutantes que Xavier sempre apoiou.

Sabendo da morte de Xavier, o mutante Apocalipse orquestra uma guerra contra os humanos para conquistar o mundo inteiro. Começa aos poucos, pelos continentes, transformando-os no que era chamado de “Ilhas do Apocalipse”, controlando e manipulando outros mutantes e exercendo sua soberania no mundo.

Para salvar o planeta, o mutante Bishop, que fazia parte da resistência mutante (desvinculada da equipe de Magneto) vai ao passado para alertar os X-Men sobre a morte de Xavier e impedir que o mentor da equipe mutante morra, evitando a formação da Era do Apocalipse no futuro.

Notou a semelhança de acontecimentos na trama de “Era do Apocalipse” com “Dias de um Futuro Esquecido”?

O que esperar depois?

Vendo a complexidade das duas sagas dos quadrinhos, juntar “A Era do Apocalipse” com “Dia de um Futuro Esquecido” pode ser um grande erro. Inflar o filme com mutantes já foi o problema de “X-Men: O Confronto Final” e “X-Men Origens: Wolverine” e a pluralidade de vilões também foi um ponto negativo de “O Confronto Final” (que teve A Cura, a Fênix e a rebelião da Irmandade), mas as duas sagas já se mostraram parecidas e, mesmo não tendo muito espaço para Sentinelas e o Apocalipse no mesmo filme, acredito que “Days of Future Past” será a ponta de um iceberg bem maior.

Apocalipse realmente pode estar no filme, não tenho dúvidas sobre isso, mas ele deve ser parte de algo muito mais amplo: ser o grande vilão de uma continuação que coloque a equipe da “Primeira Classe” em consequências ainda mais catastróficas por tentarem modificar o futuro. Quem não se lembra de “De volta para o Futuro” (trilogia lançada em 1985, 1989 e 1990), “A Máquina do Tempo” (1960, com remake em 2002) e “Exterminador do Futuro” (1984)? Tentar mudar o passado para alterar o futuro, pode fazer com que seja ainda muito pior do que o previsto.

Bishop

E a cronologia?

X-Men é uma série de filmes que completou 13 anos. É mais do que comum ter erros cronológicos com a diversidade de diretores e roteirista que passaram pela produção dos longas. Alguns erros são: Emma Frost aparecer tanto em “Primeira Classe” como em “X-Men Origens”, como se ela fosse duas mutantes diferentes, com nome e poderes iguais; Xavier aparecer em pé em “X-Men Origens” e ficar paraplégico em “Primeira Classe” que se passa antes; Hank McCoy aparecer normal em “X-Men 2” e peludo em “Primeira Classe”, entre outros erros.

Além disso, a série carrega três problemas completamente normais em uma série grande de filmes que não recebeu um planejamento: 1 – Os atores estão envelhecendo; 2 – Personagens mal utilizados não podem retornar sem ferrar mais a cronologia (como Gambit, Ciclope e Anjo); 3 – Existe a obrigação de fechar os filmes sobre origem com o primeiro filme da série, ou seja, casar o final da série “Primeira Classe” com o início de “X-Men: O Filme”.

Tem uma solução fácil para esses problemas: o reboot. Justiceiro, Hulk, Homem-Aranha e agora o Quarteto Fantástico já passaram por isso. Esquecer o que já foi feito e começar do começo.

Mas a Fox pode fazer algo completamente diferente e ousado com os X-Men: a ida dos mutantes da trilogia clássica para o passado pode fazer com que tudo mude. Tudo mesmo! Pode fazer com que o futuro seja alterado de uma forma que “X-Men Origens”, “X-Men: O Filme” e os posteriores seriam desconsiderados durante os próprios acontecimentos de “Days of Future Past”, criando assim novas tramas, reposicionando os personagens utilizados, renovando o elenco, sem precisar de um reboot necessariamente dito.

Mercadologicamente falando, essa seria a cartada da Fox para estender o universo mutante, sem ter a obrigação de tentar realinhar os acontecimentos dos novos filmes com os antigos e sem precisar apertar o botão “reset”.

“Days of Future Past” pode ser a segunda parte de uma trilogia que se iniciou em “Primeira Classe” e finalizará com uma mudança total na equipe, gerando um novo fôlego.

Mural montado pelo diretor com elenco de Days of Future Past

Quem vai aparecer:

O elenco do filme tem como confirmado os seguintes atores:

De “X-Men: Primeira Classe”: Jennifer Lawrence (Raven/Mística), Nicholas Hoult (Hank McCoy/Fera), Michael Fassbender (Erik Lehnsherr/Magneto) e James McAvoy (Charles Xavier).

Da trilogia clássica: Hugh Jackman (Logan/Wolverine), Ellen Page (Kitty Pryde), Halle Berry (Ororo Munroe/Tempestade), Shawn Ashmore (Bobby Drake/Homem de Gelo), Ian McKellen (Erik Lehnsherr/Magneto), Anna Paquin (Marie/Vampira), Patrick Stewart (Professor Charles Xavier) e Daniel Cudmore (Piotr Rasputin/Colossus).

Sangue novo: Omar Sy (papel ainda em mistério, mas há apostas que ele viverá o mutante Bishop), Bingbing Fan (Claire Ferguson/Blink, mutante que estreou nos quadrinhos na saga “A Era do Apocalipse”, reforçando os rumores da presença do poderoso vilão no filme), Peter Dinklage (a grande incógnita, sabe-se apenas que ele será o principal vilão do filme. Seria Apocalipse?) e Booboo Stewart.

Quem ainda pode aparecer:

Vendo os nomes, vemos que a equipe da “Primeira Classe” está bem defasada. Esperamos então o anúncio de Lucas Till (Alex Summers/Destrutor), Caleb Landry Jones (Sean Cassidy/Banshee), Jason Flemyng (Azazel). Outros personagens como Maré Selvagem (Álex González), Emma Frost (January Jones) e Angel (Zoë Kravitz) são dúvidas e provavelmente não retornarão.

Alan Cumming também foi cogitado para viver de novo o mutante Noturno.

Extra: Para não se perder, entenda a ordem dos filmes de X-Men

Com a licença poética dos erros de cronologia, para você não ficar perdido, veja abaixo a ordem cronológica dos X-Filmes:

“X-Men: O Filme” é o marco zero, seguido por “X-Men 2”, “X-Men: O Confronto Final” e “Wolverine – Imortal” (que estreia em maio). Logo antes do marco zero temos “X-Men Origens: Wolverine” e, bem antes, “X-Men: Primeira Classe”.

“X-Men: Days of Future Past” provavelmente se passará em duas linhas temporais distintas: um ponto após “Wolverine – Imortal” (o futuro caótico) e um ponto posterior a “X-Men: Primeira Classe”, em 1970.

“X-Men: Days of Future Past” tem a estreia prevista para abril de 2014.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009