Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Blur

receite essa matéria para um amigo


Como esse rapaz
é engraçadinho!
Uma reconciliação entre Damon Albarn e Graham Coxon é bastante aguardada no mundinho pop, mesmo após a fase áurea do Blur. Damon (voz) e Graham (guitarra), junto com Alex James (baixo) e Dave Rowntree (bateria), estão entre os maiores responsáveis pelo renascimento do rock da Inglaterra nos anos 90, o famigerado britpop

Em 1989 eles formaram o Seymour, com um rock-dance bastante identificável aos então reizinhos Stone Roses e bandas da Madchester. Os quatro jovens em Londres tinham de sobra características marcantes do rock inglês: criatividade e ironia. Após assinar contrato com a EMI eles adotaram o nome Blur. Tiveram sucesso com o primeiro álbum, “Leisure”, de 1991, mas sem muita consideração por parte da crítica.

Só com o single “Popscene” e, logo após, com o álbum Modern Life is Rubbish, de 1993, o Blur passou a ser realmente o Blur. O som sessentista herdado de Beatles embala estórias aparentemente banais com uma dose caprichada de acidez e ironia. Aí eles já tinham a Inglaterra a seus pés, e trataram de disputar a conquista da América com os rivais Oasis. As duas bandas tiveram hits estrondosos e, se não chegaram e conquistar os EUA, foram realmente grandes na segunda metade da década de 90.

Em 1998 a banda lança o disco “Blur”, com surpreendentes influências do rock alternativo americano. Em meio a discussões sobre a decadência criativa do Blur, “Song 2” se torna um grande sucesso entre a geração MTV.

Enquanto o Blur procurava caminhos mais alternativos, Damon chegou novamente ao topo das paradas mundiais com seu Gorillaz. Graham Coxon deixa a banda e o Blur, confirmando ou não os rumores de uma reconciliação, continua buscando caminhos mais alternativos.

“Será que eu volto?”
Discografia:
  • Leisure - 1991
  • Modern Life Is Rubbish - 1993
  • Parklife - 1994
  • The Great Escape - 1995
  • Blur - 1997
  • 13 - 1999
  • Think Tank - 2003

» leia/escreva comentários (2)