Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Winona Ryder

por Marcela Gonzáles

receite essa matéria para um amigo


Winona e a tal camiseta-apelo
Ela é boazinha. Não adianta. Mesmo já tendo passado por poucas e boas e até sido presa, Winona Ryder, que nasceu Winona Laura Horowitz, é uma menina com carinha de anjo, e até em papéis fortes, não perde o jeitinho de menina politicamente correta.

Winona nasceu em... adivinhe... Winona, no estado de Minessota, EUA, em 29 de outubro de 1971. Na comunidade onde cresceu não havia luz elétrica, mas mesmo assim, sua mãe arrumou um cineminha pelas redondezas. Winona até era poupada da escola alguns dias para assistir aos filmes. Pouco tempo depois, mudou-se para Petaluma, perto de São Francisco, e começou a fazer aulas de atuação.

Aos 15 anos veio seu primeiro filme, “A Inocência do Primeiro Amor”. A partir daí, foi chamada para vários outros papéis, em especial “Beetlejuice – Os Fantasmas Se Divertem”, de Tim Burton. O grande convite surgiu para interpretar Mary Corleone na terceira parte de “O Poderoso Chefão”, de Francis Ford Coppola, em 1990. Devido a uma gripe – que terminou como um boato de gravidez –, Winona perdeu o papel.

Ainda nesse ano, ela conseguiu uma de suas primeiras protagonistas, que a catapultou para o sucesso, também com Tim Burton, em “Edward Mãos-de-Tesoura”. Neste filme, Winona conheceu Johnny Depp, que foi seu namorado por anos, e tatuou Winona Forever no braço.

Daí em diante foram muitos os grandes papéis: “Minha Mãe é Uma Sereia”, o ótimo “Drácula de Bram Stoker” e em especial, “A época da Inocência”, de Martin Scorsese, que Winona considera “o melhor diretor do mundo”.

Já sofreu acidentes de gravação, perdeu alguns papéis por doenças, teve depressão e ansiedade aos vinte anos, tem aquafobia – o que dificultou bastante a gravação de “Alien 4: Ressurreição” –, e em dezembro de 2001, foi presa em Bervely Hills por furto numa loja de roupas. Mas a carinha de anjo a ajudou até nisso. Os fãs se mobilizaram e criaram a camiseta “Free Winona”, que foi vendida na própria loja do roubo, e que ela mesma vestiu na capa da revista W.

Coleciona raridades de Hollywood, como a jaqueta de Russ Tamblyn, do clássico “Amor Sublime Amor”. Já foi a melhor amiga de Gwyneth Paltrow. Passou noites ao telefone com Al Pacino tentando amenizar a insônia – que ele também tinha. É amissíssima de Giorgio Armani e já foi noiva de Matt Damon. E a grande maioria de seus papéis é de meninas de personalidade forte.

Winona apresenta mais um trabalho cool em “O Homem Duplo”, em que trabalha mais uma vez com Keanu Reeves – a primeira foi em “Dracula” –, num filme de Richard Linklater (Antes do Amanhecer/Antes do Pôr-do-Sol e do intrigante Waking Life).

E Winona: bonita e angelical, mesmo rotoscopada
Filmografia
  • Alpha Numeric (2010), em pré-produção
  • Black swan (2010), em produção
  • When Love Is Not Enough: The Lois Wilson Story (2010). TV
  • Stay cool (2009)
  • A vida íntima de Pippa Lee (2009)
  • Star Trek(2009)
  • Geração perdida (2008)
  • Water Pills (2008)
  • The last word (2008)
  • Sex and Death 101 (2007)
  • The Ten (2007)
  • O Homem Duplo (2006)
  • The Darwin Awards (2006)
  • The Heart Is Deceitful Above All Things (2004)
  • O Dia em Que Meu Deus Morreu (2003)
  • S1m0ne (2002)
  • A Herança de Mr. Deeds (2002)
  • Possuídos (2000)
  • Outono em Nova York (2000)
  • Garota, Interrompida(1999)
  • Celebridades (1998)
  • Alien: Resurreição (1997)
  • As Bruxas de Salém (1996)
  • Ricardo III – Um Ensaio (1996)
  • Boys (1996)
  • Colcha de Retalhos (1995)
  • Adoráveis Mulheres (1994)
  • Caindo na Real (1994)
  • A Casa dos Espíritos (1993)
  • A Época da Inocência (1993)
  • Dracula de Bram Stoker (1992)
  • Uma Noite Sobre a Terra (1991)
  • Minha Mãe é uma Sereia (1990)
  • Edward Mãos de Tesoura (1990)
  • A Volta de Roxy Carmichael (1990)
  • A Fera do Rock (1989)
  • Atração Mortal (1989)
  • 1969 (1988)
  • Beetle Juice – Os Fantasmas Se Divertem (1988)
  • Ciranda de Ilusões (1987)
  • A Inocência do Primeiro Amor (1986)

» leia/escreva comentários (11)