Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Rio Grande do Sul em doses homeopáticas

Prescrições musicais gaúchas de 80, 90 e 00

por Braulio Lorentz

Fotos: Divulgação

» receite essa matéria para um amigo

É uma tarefa árdua catagolar parte da cena gaúcha cheinha de sons distintos e com muita lenha pra queimar. Trabalho feito prazerosamente: com um headphone nas orelhas, muitos discos empilhados e um livro bacana no colo (Gauleses Irredutíveis, de Alisson Avila, Cristiano Bastos e Eduardo Müller). Divirta-se, então, com os nomes, canções e causos desta turma dos pampas.

Astronauta Pingüim

Balela: O CD com versões instrumentais do rock gaúcho foi lançado pelo Pineapple Music. A grande sacada é a capa do disco, com um imenso abacaxi: uma referência ao nome do selo e à banana do famoso disco do Velvet Underground.

Princípio ativo: Teclados

Música DNA: "Estou amando uma Mulher"

Mais doses: www.astronautapinguim.com

Bidê ou Balde

Balela: O vocalista Carlinhos cansou de contar a história de que a banda sempre quis um nome começando com "B", devido à admiração por canções de intérpretes com a mesma letra: Beatles, Beck, Blur e B52's, por exemplo.

Princípio ativo: Chiclete

Música DNA: "Microondas"

Mais doses: www.bideoubalde.com.br

Cachorro Grande

Balela: Sabe aquele casarão ao lado do Garagem Hermética, reduto rocker de Porto Alegre? Não né. Mas o que você precisa sacar é que ele foi batizado de Fun House e é lá que a banda morava, ensaiava e promovia festas para ganhar uma graninha.

Princípio ativo: Brechós, sebos e bares

Música DNA: "Lunático"

Mais doses: www.cachorrogrande.com.br


Catchoro versão pop card

De Falla

Balela: Os caras sempre arregalavam os olhos dos outros quando se apresentavam nos programas de auditório. Como na vez em que foram ao Programa do Bolinha: o vocalista Edu K de maiô e o guitarrista Castor todo engessado “como um robocop”.

Princípio ativo: Todos

Música DNA: "Amanda"

Mais doses: www.defalla.com.br

Diego Medina

Balela: Com os codinomes de Senador Medinha e Doiseu Mimdoseima, Diego Medina espalha iguarias non-sense desde o começo da década de 90.

Princípio ativo: Balelas

Música DNA: "Epilético"

Mais doses: www.diegomedina.com/mp3.htm

Irmãos Rocha!

Balela: O nome do primeiro disquinho demo, “Quatro músicas em cinco minutos e trinta e três segundos”, diz muito sobre a banda e conta com duas versões e duas músicas próprias.

Princípio ativo: Três acordes, e olhe lá

Música DNA: "Ugabugababy"

Mais doses: www.irmaosrocha.com.br/

Gramophones

Balela: A predileção por melodias classudas dos anos 60 e 70 está escancarada até no nome da banda. Eles já deram as caras em um tributo ao Nei Lisboa, intitulado Baladas do Bom Fim, com a versão de "Romance".

Princípio ativo: Iê, iê e outro iê

Música DNA: "Naquele Elevador"

Mais doses: www.gramophones.com.br/

Nei Lisboa

Balela: Caetano Veloso gravou uma música de Lisboa. "Pra te Lembrar" está na trilha de Meu tio Matou um cara e ficou melhor do que "Come as you are".

Princípio ativo: Viagens

Música DNA: "Hein?!"

Mais doses: www.neilisboa.com.br

Nenhum de Nós

Balela: A banda, que gravou dois acústicos sem o selo MTV, é dona do hit "Camila, Camila". Theddy Corrêa, o líder da trupe, ainda não confirmou que a letra é sobre a história de um estupro, contado do ponto de vista da vítima. Corrêa lançou um cd solo com versões eletrônicas do Lupicínio Rodrigues.

Princípio ativo: Chá inglês com 47 torrões de açúcar

Música DNA: "Astronauta de Mármore"

Mais doses: www.nenhumdenos.com.br

Papas da Língua

Balela: "Au au au au au au/ Aqui estou meu bem/ Minha coleira é marrom". Não é trecho de comercial de produto canino, é o refrão da faixa "Seu Au Au".

Princípio ativo: Rock inofensivo

Música DNA: "Blusinha Branca"

Mais doses: www.papasdalingua.com.br

Video Hits

Balela: A banda já teve a manha de tocar sem registro ou carteira da Ordem dos Músicos do Brasil. Para tanto, a moçada processou a OMB e se deu bem. A backing vocal da banda, Vivian Schäfer, é advogada e deve ter dado uma mãozinha.

Princípio ativo: Non-sense

Música DNA: "Basset Azul"

Mais doses: www.diegomedina.com/mp3.htm

Wander Wildner

Balela: A cover de Bruno & Marrone, "Dormi na Praça", tocada nos shows sofreu uma pequena adaptação. Em vez de "Seu guarda seja meu amigo me bata me prenda, faça TUDO comigo", a opção foi "Seu guarda seja meu amigo me bata me prenda, faça isso comigo". Apenas bater e prender já está de bom tamanho.

Princípio ativo: Punk-brega

Música DNA: "Eu tenho uma camiseta escrita eu te amo"

Mais doses: www.wanderwildner.com.br/

winston

Balela: Winston é o nome do meio de John Lennon e de um personagem secundário do filme Caça Fantasmas. Ao menos isso estava escrito no release da winston, isso mesmo, com letra minúscula.

Princípio ativo: Weezer em excesso

Música DNA: "A carta"

Mais doses: paginas.terra.com.br/arte/winston/

Tu és uma banda gaúcha e a gente se esqueceu de você? Descupe-nos, vai! Aaaaah, não perca tempo, envie um e-mail pro Pilula e faça valer sua existência.

« voltar para o início

» leia/escreva comentários (0)