Busca

»»

Cadastro



»» enviar

PJ & o DJ

25.01.07

por Isabel Furtado

PJ Harvey – Peel Sessions 1991-2004

(Island – Importado, 2006)

Top 3: "Sheela-Na-Gig", "Wang Dang Doodle", "Beautiful Feeling".

Princípio Ativo:
Amizade

receite essa matéria para um amigo

Para nós brasileiros, o título Peel Sessions não quer dizer muita coisa, mas aqueles que têm a BBC diariamente em suas casas sabem muito bem o que ele significa. Esse é o nome dado às apresentações musicais no programa do lendário DJ inglês John Peel na BBC Radio 1. Estas sessões aconteceram de 1967 a 2004 e contaram com a presença de ilustres como Cat Power, Beck, Flaming Lips, Gang Of Four, REM e Teenage Fanclub.

Os artistas tinham o aval de Peel para tocar aquilo que quisessem. É válido ressaltar a importância dessa liberdade numa época que a internet não existia ou quando ela não exercia tanto poder como hoje sobre as relações músico/público. Dessa forma, as Peel Sessions se tornaram uma rara oportunidade de se tocar lados B, músicas que não foram compostas para serem executadas ao vivo, e raras covers de famosos sobre famosos.

Agora, dois anos após a morte de John Peel, Polly Jean Harvey, assim como Pulp e Siouxie and the Banshees, transforma sua admiração e respeito pelo apresentador em um disco de 12 músicas pinçadas de suas nove apresentações no programa. O diferencial da Peel Sessions de PJ é a amizade que nasceu entre os dois durante todos esses anos.

É interessante observar a escolha das canções que não pretende fazer de Peel Sessions um Greatest Hits. Foi dada mais ênfase à fase inicial da carreira da cantora e quatro músicas da primeira apresentação que aconteceu em 1991 entraram na seleção. Essa é uma fase especialmente forte, emotiva, brutal e sensual de Harvey. Com ainda poucos sucessos, em 91 a inglesa apresentou suas musicas mais conhecidas até então como "Sheela-Na-Gig".

As fases posteriores, em que PJ já havia sido consagrada, foram representadas por apresentações que seguem a linha das raridades de que falei anteriormente. Do seu maior sucesso de vendas, Stories From the City, Stories From the Sea, apenas uma música foi inserida, um bonustrack que aparece apenas na versão japonesa do CD e se chama “This Wicked Tongue”.

A característica que sempre foi ressaltada como o ponto forte de Harvey é a capacidade de explosão e a energia da voz. Em apresentações ao vivo isso é uma preciosa ferramenta que muitas vezes garante o sucesso de um show e é exatamente sucesso a palavra que resume as Peel Sessions da artista.

Em um disco que é uma mistura de testamento, réquiem e homenagem póstuma, PJ de fato dá um show.

Peel e Polly durante uma das sessões

» leia/escreva comentários (5)