Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Plin! Plin!

15.11.04

por Braulio Lorentz

Roupa Nova - Roupacústico

(Roupa Nova Music/ Universal, 2004)

Top 3: “Whisky a Go-go”, “A Lenda” e “Dona”.

Princípio Ativo:
Novelas

receite essa matéria para um amigo

O LP mais velho da minha coleção tem a Regina Duarte na capa. Acertou quem pensou no disco da novela Roque Santeiro, que minha mãe comprou pra mim quando eu tinha três aninhos. Naquele disco uma canção se destacava. Trata-se da balada “Dona”, um dos muitos sucessos globais deste Roupacústico. “Coração Pirata”, “Sapato Velho” e tantos outros estão presentes no álbum e no inconsciente musical dos brasileiros.

Com pose de eternos hitmakers e jeitão de Titãs versão rádio AM, o Roupa Nova tem a capacidade de descontrair. Então se deixe levar por pérolas como “Show de Rock N' Roll” e “Seguindo no Trem Azul”. Imagine que você está em um baile e começa a tocar “Whisky a Go-go”. Em uma mão um copo de whisky, na outra um camarão empanado. Grite cada um dos “Ow ow ow´s” e “Ei ei ei´s” cantados pelo vocalista Paulinho antes do último refrão.

A banda preferiu não esperar o convite da MTV e teve colhões para bancar o próprio CD e DVD, que marca a estréia do selo Roupa Nova Music, com distribuição da Universal. Em um mês, venderam mais de 100 mil discos e provaram que sucesso global dura mais que os outros. “Temos 25 anos de banda, esperamos que o selo dure outros 25”, emenda o baixista Nando, no programa Raul Gil, um dos muitos pelo qual o Roupa Nova peregrina neste fim de 2004.

Algumas faixas são dispensáveis. O “Tema da Vitória“, por exemplo, deveria ter ficado na Fórmula 1. A canção foi gravada originalmente pelo Roupa Nova e tocada pela Rede Globo quando Ayrton Senna vencia. “Hey Jude” à capela dá vontade de ouvir a versão em português de Kiko Zambiachi e quem já ouviu o “Sabe a vida-á/ Ainda é bela-aha” de Kiko entende bem a situação.

A faixa “A Lenda” - sim, ela foi composta pelo Roupa Nova! - justifica a já citada “pose de hitmakers“. A balada, que chegou às paradas na voz de Sandy & Júnior, ganha versão pouco diferente e acaba por ser uma das poucas na qual o arsenal de instrumentos é justificado. O onipresente Milton Guedes, que apareceu no MTV Ao Vivo da Rita Lee e no do Lulu Santos, aparece de novo. Chitãozinho & Xororó e Ed Motta também dão o ar da graça, com bastante discrição.

Enquanto o Roupacústico estreava na Band, a MTV exibia a reprise do Acústico Engenheiros do Hawaii. O cenário, a escolha do repertório, as participações especiais caseiras e a implícita sensação de “Olha só-ó! Minha orquestra tem mais instrumentos que a su-a” são comuns nos projetos. “Infinita Highway” é uma canção bonita, mas, cá pra nós, “Dona” é “Dona”, e não falemos mais nisso.

Serginho, vocalista na balada “Dona“: o nosso Phil Collins?

» leia/escreva comentários (11)