Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Leonardo DiCaprio

por Igor Costoli

receite essa matéria para um amigo


Gordinho simpático
Quando você pensa nele, é provável que você o imagine tão adolescente quanto suas fãs. Só que Leonardo Wilhelm DiCaprio já passa dos 30 anos. É, amigo, você está velho: Titanic tem quase dez anos, o diário que o tornou famoso tem 12, e prestando bem atenção vemos que mesmo a carinha de menino já não está tão jovial assim...

Nascido em 11 de novembro de 1974, em Los Angeles, a lenda é que o próprio tivesse “escolhido” seu nome. Sua mãe, grávida, andava pelo museu quando recebeu um chute do pimpolho em frente a uma tela de Da Vinci. Desse incidente nasce um Leonardo que adoraria ter sido biólogo. Só que nunca chegou realmente a trabalhar com animais, a não ser com tubarões. Segundo o próprio, levou muito tempo pra que percebesse que tinha nascido “em casa”: Hollywood. E fez um longo caminho até estar na mesma piscina que um Jack Nicholson ou um Daniel Day-Lewis.

A primeira vez que teve reconhecimento como ator foi por sua atuação em Gilbert grape – Aprendiz de Sonhador, mas foi com Diário de um Adolescente que despontou para o mundo. Só que a promessa de um grande ator ficou ofuscada pelo desmesurado sucesso de Titanic. Tamanho frisson e a gigantesca Leomania que se formou em torno do ator não fez bem à carreira de DiCaprio.

Entre os ridículos em torno desse sucesso, estão a dificuldade da polícia de Tokyo em conter mais de três mil fãs enlouquecidas na estréia de Titanic, além da prisão de 28 barbeiros no Afeganistão por fazerem cortes iguais aos de DiCaprio. Nesse contexto, qualquer produção seria um sucesso de público garantido (A Praia como exceção), mas papéis fracos o queimavam entre a crítica.

Foi quando Spielberg o descobriu. E foi na pele do interessante Frank Abgnale Jr. que DiCaprio voltou a ser assunto como protagonista de um bom filme. Mesmo assim, sua vida social atraía muito mais que suas atuações. E o namoro com a Top brasileira Giselle Bündchen merecia mais notas na imprensa que seus filmes.

Foi quando Martin Scorsese entrou em cena. O começo foi meio trepidante. O megalomaníaco Gangues de Nova York (uma grandeza só comparável a seu monumental fracasso) não foi bem recebido. Na segunda rodada da parceria entre o diretor e o ator, duas indicações ao Oscar (uma pra cada) e um quase. O Aviador dividiu as opiniões quanto ao melhor filme de 2005, perdendo na reta de chegada.

Parece que a hora chegou. A parceria DiCaprio-Scorsese parece ter atingido seu clímax com Os Infiltrados. Ambos parecem ter finalmente acertado a mão em suas qualidades, fazendo um trabalho de primeira linha. E, 10 anos depois, Leonardo DiCaprio começa a trilhar uma rota mais independente de seu sucesso entre menininhas para solidificar sua carreira como ator. Começa. Afinal, só quem está nos 25 pra achar que alguém na casa dos 30 está velho.

"Tá bom, o texto é sobre você, já tô saindo..."
Filmografia
  • Hoover (2012), em pré-produção
  • A Origem (2010)
  • Ilha do medo (2010)
  • Foi apenas um sonho (2008)
  • Rede de mentiras (2008)
  • Diamante de sangue (2006)
  • Os Infiltrados (2006)
  • O Aviador (2004)
  • Gangues de Nova York (2002)
  • Prenda-me se for capaz (2002)
  • A praia (2000)
  • Celebridades (1999)
  • O homem da máscara de ferro (1998)
  • Conversa de bar (1998)
  • Titanic: breaking new ground (TV) (1998)
  • Titanic (1997)
  • As filhas de Marvin (1996)
  • Romeu e Julieta (1996)
  • Eclipse de uma paixão (1995)
  • Diário de um adolescente (1995)
  • Rápida e mortal (1995)
  • The Foot shooting party (1994)
  • Gilbert Grape - Aprendiz de sonhador (1993)
  • O despertar de um homem (1993)
  • Poison ivy (1992)
  • Criaturas 3 (1991)

» leia/escreva comentários (11)