Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Verão adolescente

30.12.04

por Braulio Lorentz

Felipe Dylon - Amor de Verão

(Virgin, 2004)

Top 3: "Eu Quero Você Prá Mim", "Shock" e “Um Amor de Verão”.

Princípio Ativo:
Carisma

receite essa matéria para um amigo

Depois do estrondoso sucesso do álbum de estréia, Felipe Dylon volta às prateleiras e paradas musicais com este "Amor de Verão". O roqueirinho mais famoso do Brasil continua sendo figurinha fácil nos programas de auditório. Os trejeitos, a simpatia, a temática das letras e o potencial radiofônico permanecem como marca registrada do menino carioca e tudo isso nos leva a crer que as novidades deste disco não são tão novas assim. Mas alguém aí realmente se importa?

O segundo disco de Dylon é um Enhanced CD. Ao todo são seis inéditas, duas regravações e três videoclipes: "Deixa disso", com participação de Fernanda Nobre – a Bia da novelinha Malhação –, "Musa do verão" e "Mais perto de mim". Galeria de fotos e mini pôster também fazem parte do pacote. O que sustenta o disco, entretanto, é o frescor pop de canções feitas sob medida para arrebatar a galerinha esperta. E, é claro, todo o carisma do sujeito que, dizem por aí, já deu pegas na Helen Ganzarolli (ajudante de palco do Gugu) e Maryeva Oliveira (ex de Gustavo Kuerten).

Quem ligou a TV na primeira noite de segunda-feira do mês de dezembro passado viu Dylon de cabelos molhados cumprimentando todos os atores da novela Esmeralda, do SBT. Eles estavam acomodados no sofá de Hebe Camargo, quando receberam um “Boa Sorte!” e um afetuoso aperto de mão do popstar adolescente mais bem educado de todos os tempos.

Destaque também para o discurso antipirataria do garoto surfista, ao ser perguntado por Hebe sobre o formato inusitado de seu novo álbum. “Meu novo disco tem oito músicas, mas tem um preço mais acessível. Faz parte da luta contra a pirataria", explicou. A idéia não fica só na teoria: o disco tem preço médio de quinze reais.

“Um Amor de Verão” é uma ótima pedida e "Ciúme de Você" nos faz relembrar dos tempos em que Roberto Carlos era um ícone pop jovem. Além dos dois covers, Dylon canta frases que soam pra lá de sinceras. "Logo no primeiro dia/ Me apaixonei, que ironia/ Eu que sempre ficava por ficar", confessa no provável hit "Eu Quero Você Prá Mim". Você botaria fé se alguém com mais de vinte anos cantasse essa canção?

A bravinha "Shock" ecoa Matchbox Twenty e outras pérolas do alternativo adulto americano. "Faço Tudo" é muito divertida e tem uma introdução gêmea de “Things I’ll never say” da também roqueirinha Avril Lavigne. Lançado pouco antes do natal de 2004, não é muito fácil assimilar a idéia de que este disco traz apenas meia dúzia de canções inéditas. Uma nuvem de picaretagem está no céu, mas não há chuva que possa atrapalhar o verão adolescente cantado por Felipe Dylon.

Felipe Dylon: carisma não faz mal a ninguém

» leia/escreva comentários (7)