Busca

»»

Cadastro



»» enviar

RÁ! PEGUEI VOCÊS!

20.02.07

por Igor Costoli

Turistas

(EUA, 2006)

Dir.: John Stockwell
Elenco: Josh Duhamel, Melissa George, Olivia Wilde, Desmond Askew, Beau Garrett, Miguel Lunardi

Princípio Ativo:
Rindo pra não chorar

receite essa matéria para um amigo

OK, eu confesso! Eu realmente pensei em simplesmente deixar pra lá, fazer a minha incompleta crítica da crítica, postar uma resenha sem citar nada do filme. Mas o caso é que eu não resisti. E veremos agora qual foi o resultado do longa nas provas de final de ano.

Português – nota 5

Ora, vejam! Os brasileiros falam mesmo o português, e não espanhol. Ponto pra Turistas. Só que as falas e interpretações são tão piores que as de Malhação... Nomes como Kiko, Camila, Jacaré, Diogo deram um tom de verossimilhança, mas escorregaram no vilão principal: Doutor Zamora é, claramente, nome de vilão mexicano!

Química – nota 0

Ela inexiste, em qualquer combinação entre os atores que você puder imaginar.

Matemática – nota 0

Os continuístas perderam essa aula. Numa cena, uma lanterna. Cena seguinte, duas lanternas. Uma lanterna some. Ao final temos três lanternas. Aliás, lembro que em cinema, às vezes “menos é mais”, e as longas seqüências aquáticas tentam, tentam, mas não conseguem...

Física – nota 10

Respeitadas as leis da gravidade e as que regem a ressonância: na praia, só se ouve Marcelo D2, quase o tempo inteiro. Ação e reação também é fantástica, fala-se em inglês e responde-se em português. Conservação de energia é isso aí...

Artes – nota 0

Por falar em música, que surreal aquela que encerra o filme, hein?

Biologia – nota 5

Rolam uns peitinhos no filme. Na hora de assustar o espectador, decepção: Jogos Mortais já fez isso com bem mais qualidade. E pra falar a verdade, merecia zero, porque o rim humano não é do tamanho do fígado de um boi.

Redação – nota 0

O diretor John Stockwell leva zero nessa, por sua completa inabilidade da hora de escrever sobre o tema “minhas férias”.

Geografia – nota 5

“Recife não fica ao norte de Salvador? Eu estou indo pra Santa Catarina”. Olha, não tente pensar muito a respeito nessa parte, é impossível refazer o trajeto que a rapaziada fez nesse filme, como também é impossível errar o ônibus dessa maneira. Já imaginou viajar 32 horas num 2004 velho e regaçado?

História – nota 5

Os órgãos dos turistas são roubados e doados ao “Hospital Público do Rio”, como forma de compensação pelos estrangeiros e sua globalização eternamente sugarem nossas riquezas e explorarem nossa pobreza. Uau!

Literatura – nota 10

“Em qualquer situação, a melhor coisa que você pode fazer é a coisa certa. A segunda melhor coisa que você pode fazer, é a coisa errada. Mas a pior coisa que você pode fazer, é não fazer nada!” Dr. Zamora

"ha ha ha, mas eu tô rindo à toa..."

» leia/escreva comentários (7)