Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Colônia de férias milionária

16.12.04

por Braulio Lorentz

Doze Homens e Outro Segredo

(Ocean´s Twelve, EUA/Austrália, 2004)

Direção: Steven Soderbergh
Elenco: George Clooney , Brad Pitt, Julia Roberts, Matt Damon, Catherine Zeta-Jones, Carl Reiner, Elliott Gould, Bernie Mac, Scott Caan, Casey Affleck, Edward Jemison, Joe La Due

Princípio Ativo:
Diversão (principalmente dos atores)

receite essa matéria para um amigo

Os onze homens mais famosos do mundo estão de volta. Não, não se trata do time de futebol do Real Madrid formado por jogadores popstars como Ronaldo, Beckham e Zidane. Estamos diante da segunda aventura da panelinha capitaneada por Daniel Ocean ( George Clooney ).

"Doze homens e outro segredo" não é tão divertido quanto o primeiro, mas continua com a eficiente fórmula de trapaças, roubos, vedetes e piadinhas. Os diálogos são bastante naturais e o set parece uma colônia de férias hollywoodiana. A maior parte da trama se passa em Roma. Ou seja, o lugar escolhido para a diversão da moçada foi uma mansão de Clooney na cidade eterna. O longa, dirigido novamente por Steven Soderbergh é como uma versão masculina de "As Panteras". Cameron Diaz, Lucy Liu e Drew Barrymore também costumam fazer um piquenique no set e coisas do tipo - com uma ressalva, "Doze Homens" é um bom filme.

O enredo da seqüência não força a barra. Outra proeza, pois isso é bastante comum na parte dois de uma película. “Segundas Intenções 2”, “Debi & Lóide 2” e outros provaram o quanto um roteiro pode ser sem pé nem cabeça. Terry Benedict (Andy Garcia) encontra cada um dos ladrõezinhos e quer de volta todo o dinheiro roubado no filme anterior, com direito a juros. Os onze homens se reúnem e só encontram uma possibilidade para recuperar os quase US$ 200 milhões e quitar a dívida: mais roubos. Mais roubos que proporcionam mais gafes, mais traquinagens tecnológicas e mais trabalho em equipe.

Nestas empreitadas conhecem dois novos homens e uma nova mulher. Catherina Zeta Jones é a primeira a aparecer, deitada em uma cama logo no início da sessão. Mais bonita do que de costume, a atriz interpreta Isabel Lahiri, uma inspetora que tem uma quedinha pelo personagem de Brad Pitt. Os outros dois novos nomes no elenco são Albert Finney e Vincent Cassel, interpretando respectivamente um bandido ícone das antigas e seu aprendiz com boa fama no mundo das trapaças.

Não é muito simples descobrirmos qual dos dois é o décimo segundo homem mencionado no título, já que os homens de Ocean continuam sendo onze (Ocean´s Eleven) do mesmo jeito. Falar mais sobre a trama é estragar as surpresas. Contar que a melhor piada é protagonizada por Julia Roberts e Bruce Willis não entrega os pontos, mas é registro de toda a minha apetência pelo bom humor contido na cena.

“Doze homens” é um filme para se ver comendo pipoca. Entretenimento para quem vai ao cinema só pela presença do Matt Damon, pelas boas críticas da imprensa especializada ou pela qualidade do primeiro. Escolha um dos motivos e se divirta. Você não divertirá mais que Clooney, Pitt e sua turminha, mas vale a tentativa.

Damon e seu olhar de pidão: "Deixa, deixa, eu também quero brincar"

» leia/escreva comentários (0)