Busca

»»

Cadastro



»» enviar
Loja de Conveniências
Daniel Oliveira
Produtos da cultura pop devidamente remarcados e enfileirados. Mas lembre-se de verificar a validade e a qualidade antes de consumir.

Nip/Tuck

receite essa matéria para um amigo

4- Nip/Tuck: Ninguém é perfeito. Com um dos subtítulos mais ácidos e legais da TV, “Nip/Tuck” não é uma série para qualquer um. Enquanto o Dr. Sean McNamara (Dylan Walsh) expulsa a mulher de casa e transa com uma boneca inflável, seu parceiro Christian Troy (Julian Mcmahon) escolhe a babá do filho fazendo sexo oral e não perde a chance de traçar uma paciente. O filho de Sean (ou Christian?) tem um caso com sua (?) bela “life coach” (uma espécie de personal trainer de auto-ajuda, vivida pela Famke Janssen, de X Men); e sua mãe (Joely Richardson, filha de Vanessa Redgrave) não sabe se gosta do marido ou de Chris.

Os dois cirurgiões plásticos de Miami revelam um mundo em que realmente ninguém é perfeito – todos têm algo de podre que os corrói por dentro e desejam ficar cada vez mais belos por fora para esconder isso. Se os protagonistas e suas famílias são o paradigma disso, as cirurgias de cada episódio servem como metáfora para o que acontece na vida dos dois médicos. E que cirurgias: os cortes, botox, enxertos etc. são mostrados em close e o realismo é de revirar o estômago. Quem não consegue ver sangue deve passar longe. Para aliviar a escatologia, elas são acompanhadas por uma trilha sensacional, quase sempre um clássico dos anos 80, cuja letra é cinismo descarado e hilário para o que se desenrola na sala de cirurgia. “Nip/Tuck” é o retrato de um mundo de plástico (ou de plástica?), em que a preocupação com aparência cresce junto com a degradação da auto-estima e dos valores morais que a maioria dos outros programas de televisão prega. Seu texto é de uma acidez e um pessimismo corrosivo e sua trama, que pode parecer um novelão, esconde uma crítica severa à suposta liberação sexual e às famílias (e ao mundo) de fachada.

Por que assistir? Porque você tem que aprender como o mundo realmente é lá fora. E porque o Brasil é campeão em cirurgia plástica no mundo. Onde e quando? Fox, terças, às 22h.

Mcmahon e Walsh: beleza exterior

--
Daniel Oliveira é jornalista e fã de Grey's Anatomy.
daniel@pilulapop.com.br

» leia/escreva comentários (0)