Festival do Rio #3: Amores Imaginários

O ritmo é estranho e a história parece ir do nada ao lugar nenhum. Amores Imaginários é um daqueles filmes que te faz perguntar enquanto rolam os créditos “É isso mesmo?”. Apesar disso, ou também por isso, é bem divertido e recomendável. O filme do canadense Xavier Dolan tem tudo pra virar uma indie-sensação. Meio comédia, meio crônica-de-uma-geração (no caso, os jovens bem resolvidos sexualmente e mal resolvidos emocionalmente), Amores Imaginários vale a pena pela sensacional atuação da dupla Francis (Dolan) e Marie (Monia Chokri). O filme foi concorrido no festival, o que dá mais esperanças de uma estreia no circuito por aqui. De qualquer forma, no cinema ou em .avi, coloque sua fantasia hipster, chame seus amigos idem e sidivirta.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2022
  • 2021
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011