Bye, bye, Brazil

Nossa avaliação

Essa o Lula perdeu. A Academia divulgou hoje a lista dos nove pré-selecionados para o Oscar 2011 de filme estrangeiro e o “Lula, o filho do Brasil” está fora da disputa. Como o filme era bem mais ou menos, a única chance da produção era internacional do ex-presidente e isso, como era de se esperar, não foi o bastante. Para não chorarmos as pitangas sozinhos, a França, com “Of gods and men”, e “Tio Boonmée que pode recordar suas vidas passadas” – respectivamente, prêmio do júri e Palma de Ouro em Cannes no ano passado – também ficaram de fora.

O polêmico grego “Dogtooth” entrou na lista, assim como os favoritos “Biutiful”, “Em um mundo melhor”, “Incendies” e o sul-africano “Life, above all”. O Japão, perene azarão da categoria, também está na disputa. A lista completa você vê aí embaixo.

Pode ficar feliz, Bardem...

Argélia, “Hors la Loi” (“Outside the Law”), Rachid Bouchareb
Canadá, “Incendies,” Denis Villeneuve
Dinamarca, “In a Better World,” Susanne Bier
Grécia, “Dogtooth,” Yorgos Lanthimos
Japão, “Confessions,” Tetsuya Nakashima
México, “Biutiful,” Alejandro González Iñárritu
África do Sul, “Life, above All,” Oliver Schmitz
Espanha, “Tambien la Lluvia” (“Even the Rain”), Iciar Bollain
Suécia, “Simple Simon,” Andreas Ohman

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009