Dexter 06×03 – Smokey and the Bandit

Nossa avaliação

É uma linda manhã em Miami, a capital mundial de serial killers. Preso ao calabouço de uma igreja abandonada, Nathan, o corredor atacado por Travis, ainda está vivo, mas precisa arrepender de seus pecados para alcançar a libertação. Enquanto isso, Dexter é chamado a uma cena do crime onde reconhece o possível trabalho de um antigo ídolo seu nos tempos de moleque, um serial killer do Oregon que arranca os dentes das vítimas e atende pelo singelo nome de Fada dos Dentes. Na mesma cena, Quinn tenta rebater o fim do namoro pegando geral em Miami sem fazer muita questão de ser discreto e tretando com o Sgto. Batista. No departamento de polícia, Debra, em seu primeiro dia como tenente, deve tomar decisões mais importantes do que a roupa adequada, mas LaGuerta não facilita.

No dia seguinte, Dex, calculando a idade aproximada da Fada, vai até um asilo de Miami, levanta informação de outros idosos residentes que moravam em Oregon e chega ao nome Walter Kenney. No departamento, Masuka continua na luta para comer impressionar a estagiária e mostra a ela evidências do caso do Assassino do Caminhão de Gelo (a.k.a Brian, irmão de Dexter). Deb convoca uma reunião para levantar os dados da mais recente vítima e também as últimas pistas do caso das cobras, mas é confrontada por Quinn, que defende a exposição de informações ao público e é apoiado por LaGuerta.

Dexter começa a árdua tarefa de se envolver com a vítima, um velho mal-humorado cujos hobbies são golf, pornografia e, supostamente, matar e arrancar dentes. A tocaia coincide com o conserto do carro pelo Irmão Sam, o que propicia mais uma cena amigável entre os dois e um convite para um churrasco/batismo. Como o nosso psicopata resolveu acumular freelas, o convite é uma oportunidade de bisbilhotar um pouco mais o pastor e tentar entender algum ângulo religioso dessa história. Debra pira cada vez mais sem saber como assumir a liderança e tomar decisões no novo posto e Dex aproveita para pedir um aumento, mas sabemos que, com todas as atividades extracurriculares, ele deveria querer um dia de folga.

I'm Banksy.

No cativeiro, Nathan tenta fugir, mas é impedido por um cavalo assustado e colocado de volta em seu cantinho, enquanto o mentor de Travis confirma que a vítima está pronta. Longe dali, a falsa camaradagem entre o Morgan e o velho rabujento, repleta de momentos e diálogos desagradáveis, leva o personagem principal a um depósito decadente, onde ele encontra uma caixa de dentes, que confirma sua suspeita e põe sua carreira de serial killer em perspectiva. No caminho pra casa, Dexter é procurado por Walter para que lhe dê uma carona, mas é um truque, pois o velho já sabe que Morgan é da polícia e não quer passar o resto dos dias na cadeia. Especialmente com o apelido de Fada. De arma em punho, Kenney ameaça Dex, mas esquece de colocar o cinto de segurança, o que faz muita diferença quando o motorista enfia o carro em uma cerca de arame.

No departamento, é momento de criar colhões. Masuka finalmente convida Ryan, a estagiária, para sair e Debra toma sozinha a decisão de contratar Mike Anderson para substituir seu posto de policial, a contra-gosto de LaGuerta. O novato chega no escritório, acha que é vítima de um trote quando sua chefe se apresenta e a desmoraliza, o que demanda uma demonstração pública de cojones de Deb. Na famosa mesa da morte, Dexter e Walter Kenney comparam carreiras e, de repente, o futuro do nosso psicopata não parece mais tão iluminado, embora ele tente se defender dizendo que não passará o fim dos dias olhando para uma caixa de troféus. O último pedido da Fada é tornar-se reconhecido, mas é recusado e morto por asfixia com um travesseiro, mantendo o velho serial killer no anonimato.

Concluindo o episódio, cenas mostram Quinn galinhando sem se sentir completo, Ryan roubando evidência do departamento antes de sair com Masuka e Dexter pondo Harrison para dormir. Ao juntar seu último troféu à coleção, Dex reflete sobre o futuro e derruba sem querer (Freud explica) todas as suas lâminas. A ordem das vítimas já não existe mais e o trabalho de anos e anos está espalhado no carpete do apartamento. A genial conclusão mostra o forte impacto da trama secundária no personagem principal e isso é mais do que se pode dizer de toda a temporada anterior.

I'm Hanksy

Epílogo: pela manhã, quatro cavalos trotam por uma avenida de Miami carregando pedaços de manequins e membros humanos, incluindo a cabeça de Nathan, em uma nada sutil referência aos cavaleiros do apocalipse.

P.S.: O título do intenso episódio é uma referência ao título original do clássico “Agarra-me se Puderes” – não confundir com “Prenda-me se for capaz”. #3grausdeseparaçãocomTomHanks

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009