HQs da semana: 7 de março

Nossa avaliação

Semana de novidades interessantes no mundo das HQs estadunidenses. A primeira é “Fairest #1”, o mais novo spin off de “Fables”. O foco do título seria, supostamente, as belas princesas das fábulas; mas na verdade o protagonista da série é Ali Baba, o príncipe dos ladrões. Após desertar da cidade das Fábulas durante a guerra com o império, ele vaga pela capital imperial destruída em busca de espólios, e encontra uma garrafa mágica. Só que, ao invés de um gênio, a garrafa contém apenas um duende fracote que promete revelar à fábula árabe a localização do maior tesouro do império: nada mais do que a Bela Adormecida em pleno sono.

“Fairest” parece ser, até o momento, o melhor derivado de “Fables” – provavelmente porque o próprio Bill Willingham, criador e roteirista da série principal, está cuidando da história; mas também porque pela primeira vez um título à parte está sendo usado para retomar e desenvolver algumas tramas que foram negligenciadas pela série até o momento. Não podemos deixar de notar também a bela e detalhada arte de Phil Jimenez, cujos desenhos são bastante distintos do estilo mais cartunesco que costuma predominar no universo das Fábulas, mas nem por isso menos adequado ao tema.

O outro lançamento de destaque é “The Manhattan Projects #1”, criado por Jonathan Hickman (de “FF”, “Secret Warriors”, etc) e publicado pela Image Comics. A série parte da premissa de que o infame Projeto Manhattan – responsável pelo desenvolvimento da bomba atômica durante a 2ª Guerra Mundial – seria só uma fachada para projetos de pesquisas armamentistas muito mais bizarros. O resultado é algo muito parecido com a série “S.H.I.E.L.D.”, também de Hickman, com personagens históricos convertidos em heróis de ação: só que ao invés de DaVinci, temos aqui Oppenheimer e Einstein.

E, é claro, “MP” é um título muito menos críptico e misterioso que seu predecessor: ao invés de conspirações e sociedades secretas, temos cenas piradas de ataques de robôs samurais teletransportados pelo poder zen de monges budistas da morte. O nível de maluquice, de fato, parece muito mais com algo saído da mente doentia de Warren Ellis (como “NextWAVE, Agents of H.A.T.E.”) do que uma invenção do normalmente sério Hickman.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009