Arrow 01 x 04 – An Innocent Man

Nossa avaliação

O episódio começa com Oliver em seu QG ajudando Dig (que foi envenenado pelo mercenário Deadshot). Ao acordar, o segurança particular vê que seu cliente na verdade é o vigilante encapuzado procurado pela polícia, e vira as costas para Oliver por ele ser um assassino.

Após receber esse tapa na cara de Dig, Oliver recebe outro, agora de Laurel, que o encontra na casa dele pela manhã, preocupada após o ataque ao leilão no episódio passado. Para esconder sua identidade, o rapaz dá a entender que estava em mais uma noite de farra e recebe outro tapa na cara. A partir daí, e após uma conversa com Thea, ele decide ter uma postura diferente como o Arqueiro Verde para ter de volta a confiança de Laurel e, de tabela, de Dig.

Oliver começa a acompanhar o caso televisionado de Peter Declan (Lane Edwards), um homem acusado de matar a própria esposa, ex-funcionária de Jason Brodeur (T.J. Ramini), um dos empresários que está listado no caderno de seu pai. O Arqueiro, então, decide esclarecer esse caso acreditando na inocência de Declan e pede ajuda para a advogada em que ele mais confia: sua ex-namorada, Laurel Lance.

Assim começa “An Innocent Man”, fugindo um pouco da receita de bolo que a série seguia. O episódio em si é bem morno, mesmo um pouco diferente, sem a participação de vilões da DC Comics (mas, para quem é atento, a cidade de Blüdhaven, lar do Asa Noturna nos quadrinhos, é mencionada) ou a velha premissa de “caçada” que o herói tem contra seus inimigos. Entretanto, o final do capítulo descortina algumas surpresas, até mesmo ideias que poderiam ser usadas futuramente com a conclusão da temporada, mas que decidiram queimar agora.

A parceria entre Arqueiro Verde e Laurel acaba tão rápido como começou, só que de forma ruim. Declan é inocentado e Brodeur condenado (o empresário havia mandado matar sua ex-funcionária, pois ela havia descoberto que Brodeur despejava lixo tóxico na cidade). O desfecho do episódio acontece dentro da prisão, onde o Arqueiro impede uma rebelião orquestrada por Brodeur para matar Declan e Laurel. Mas o vigilante, agora disfarçado com uma farda militar e uma balaclava no lugar do capuz, quase mata um dos prisioneiros ao proteger Laurel. Assustada, a advogada foge e admite para seu pai, o detetive Lance, que o vigilante conhecido como Capuz é realmente perigoso.

Parcerias são quebradas, porém outras são feitas. Dig decide se juntar a Oliver e ajudá-lo a combater o crime em Starling City. A ideia é que o segurança e ex-soldado seja um mentor para o jovem vigilante e não um side-kick.

Enquanto isso, 2,6 milhões de dólares são desviados nas Empresas Queen. Walter descobre que esse dinheiro foi usado por sua esposa, Moira Queen, mas não consegue relacioná-lo com nenhuma transação feita pela empresa. Após algumas investigações internas com a ajuda da hacker Felicity Smoak (vivida pela atriz Emily Rickards, que já havia ajudado Oliver contra Deadshot no episódio anterior), Walter descobre que o dinheiro foi usado em um projeto fantasma chamado “Tempest”. Ao mapeá-lo ele descobre um galpão abandonado e dentro dele a carcaça de Gambit, o navio-cruzeiro que afundou e matou Robert Queen e confinou Oliver durante cinco anos numa ilha deserta. É certo que Moira tem total participação nesse “acidente”, falta saber o porquê. Será que foi simplesmente por dinheiro?

Depois do caso Declan solucionado, o detetive Lance decide olhar todas as câmeras de segurança do leilão para levantar qualquer suspeito que possa ser o vigilante encapuzado. E ele encontra. Oliver Queen é preso pela suspeita de ser o Arqueiro Verde. Agora, o rapaz que conseguiu provar a inocência de Peter Declan, vai ter que arranjar alguma forma de provar a sua própria.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009