Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Filme de criança

10.01.05

por Mariana Marques

Desventuras em Série

(Lemony Snicket`s A Series of Unfortunate Events, EUA, 2004)

Direção: Brad Silberling
Elenco:Jim Carrey, Meryl Streep, Jude Law, Emily Browning, Liam Aiken, Kara Hoffman, Shelby Hoffman, Timothy Spall, Billy Connolly

Princípio Ativo:
Cenários e caretas

receite essa matéria para um amigo

Logo no início de Desventuras em série somos avisados que a história a qual assistiremos não tem nada de bonitinha. O narrador chega até mesmo a convidar os telespectadores mais sensíveis a se retirarem da sala de projeção. Mas o que se vê ao longo dos 108 minutos de filme não condiz com toda essa falação inicial.

As crianças Baudelaire são então apresentadas. Violet, a primogênita, é uma excelente inventora. Quando a menina prende o cabelo pode saber que alguma idéia está por vir. Klaus, o filho do meio, é apaixonado por livros e assim absorve um conhecimento grandioso sobre diversos assuntos. Por último vem a bebê Sunny, que possui um gosto diferente: morde tudo que vê pela frente.

Num passeio pela praia, as crianças recebem a terrível notícia de que seus pais morreram em um misterioso incêndio ocorrido em sua mansão. Rapidamente são levadas à casa de seu tutor, o parente distante Conde Olaf, que está interessado na fortuna herdada pelas crianças.

E é a partir daí que a história parece ganhar um outro rumo, graças ao vilão que não mete medo vivido por Jim Carrey. O filme parece ter sido feito sob medida para o ator se divertir e praticamente fazer o que lhe der vontade. Caras, bocas e até imitação de dinossauro estão valendo. Conde Olaf não parece ameaçador em nenhum momento. Ao invés de esperarmos aflitos pela próxima maldade do vilão, esperamos para ver qual a próxima gracinha Jim Carrey irá fazer.

As crianças acabam ficando em segundo plano e o talento dos atores mirins não é aproveitado. Mas é até possível ter simpatia pelos órfãos, principalmente por Sunny, tão fofinha e carismática que nem precisava das legendas toda vez que ela soltasse um grunhido.

O filme consegue seus bons momentos quando aparecem os tios Monty e Josephine, vividos por Billy Connolly e Meryl Streep. Tia Josephine é uma personagem interessante, cheia de manias, o que também pode ter atrapalhado o suspense que deveria ter no longa. Já a pequena participação de Dustin Huffman continua sendo um ponto de interrogação para mim. O ingresso vale mais pelos bonitos cenários, todos muito bem feitos.

Acredito que as crianças devem ter gostado de “Desventuras em série”. Talvez seja preciso um pouco mais da ingenuidade infantil para achar o filme agradável. Não duvido que se eu tivesse nove anos daria 100 no termômetro.

Jim Carrey: filme é baseado em livro de Daniel Handler

» leia/escreva comentários (0)