A A
RSS

True Blood 4×11 Soul of fire

por

8 de setembro de 2011

Receituário, TV

Todo final de temporada é o mesmo "WTF?"
Todo final de temporada é o mesmo "WTF?"

O penúltimo episódio da quarta temporada de “True Blood” foi divertido. As histórias paralelas chatas já morreram, personagens secundários legais ganharam força e a gente até achou que tudo poderia acabar bem – até os últimos segundos do capítulo dizerem: não, não, não.

Uma reclamação: nada de nudez esta semana (a menos que Debbie de calcinha e blusa conte como nudez. E não, não conta).

Medindo a força dos inimigos
Marnie tá ficando cada vez mais louca e mata uma das bibliotecárias do círculo. Sem remorso nenhum. Antonia não fica nada feliz com isso e quer dar o fora do corpo da bruxa louca, mas Marnie faz um feitiço para atar a alma da espanhola à dela e agora é Marnie e seu lado negro que comandam os poderecitos de Antonia. Agora sim, elas são… MARTONIAAAAA.

Do lado de fora da loja, Bill, Eric, Pam e Jessica estão usando couro, armas de guerra e querem explodir tudo até Jason aparecer e contar que Sookie está lá dentro. Os vampiros não ficam felizes – Sookie, sempre no meio do caminho atrapalhando! Jason, que tomou a pílula da sabedoria há alguns episódios (lembram? Obrigada, homens-pantera de Hotshot), joga na cara deles que a fada sempre esteve perto de Bill e Eric para ajudá-los. Droga, hora de mudar de plano.

Enquanto os adultos se reúnem para discutir o que fazer, Jess e Jason têm uma mini DR que não leva a lugar nenhumzzzzz e os vampiros enzubizados por Martonia atacam. Só que, né? Bill é o Rei e Eric é um vampiro viking antigo: os atacantes não têm a menor chance. Tente outra coisa, ô bruxa do Oeste!

Investigação violenta
Na oficina mecânica de Marcus, um de seus leais empregados está sendo “interrogado” por Sam e Alcide. Por interrogado, leia-se “levando socos na cara e ameaças com uma arma enquanto Sam pergunta ‘Onde ele está?'”. Só que o cara não está ajudando. Para piorar o cenário, Luna chega ensandecida no local, pedindo a filha Emma de volta – aparentemente, Marcus a sequestrou.

Alcide tenta ser a voz da razão: “essa não é uma briga entre metamorfos e lobisomens, véi. Marcus é um sociopata e é preciso que alguém o impeça de fazer coisas piores”. Enquanto isso, o chefão dos lobos de Shrevenport está na casa do próprio Alcide, com Emma, tentando convencer Debbie a fugir com ele e a filha. Marcus quaaaase consegue seduzir a lobinha apelando para seu lado materno: “Emma precisa de uma mãe. Mas não uma mãe metamorfa, uma mãe de verdade. Lobis”.

Sério que ela vai trocar o Alcide por esse cara? Manda ele pra cá então, amiga! Ps: a atuação do Bozeman está me irritando. Canastrice ligou e disse que não quer mais fazer parte das performances dele.

Tramando altas confusões
Examinando o corpo da menina atacada por Martonia, Jesus finge que ela ainda tem um pulso. “Ó, tá vendo? Eu não sou uma assassina”, diz Marnie. Aham, Cláudia. O enfermeiro na verdade quer usar Casey para fazer um feitiço e tirar Antonia de dentro do corpo da bibliotecária. Já Sookie e Holly tentam jogar uma psicologia barata pra cima de Marnie e fazê-la desistir de ser uma bruxa do mal. Elas devem ter feito algum curso pelo correio – e é claro que não adianta nada.

Na rua, Bill chama Martonia para negociar. Sookie vai junto e os vampiros pedem que a bruxa liberte a loira. Ok, mas Bill e Eric vão ter que se matar. Oi?!?! Os dois aceitam essa maluquice. Só uma coisa explica, amigas: Sookie tem uma perereca encantada, que enfeitiça os homens. Concorrência desleal!

Antes dos dois se matarem (com muito drama), Pam toma uma atitude: atira um míssil pra cima de Martonia. O feitiço protetor segura o explosivo e protege o local, mas tudo explode do lado de fora. Eric fica, para dizer o mínimo, fulo da vida. Ela podia ter matado a Sookie! Os vampires se recuperam rapidinho da explosão, mas Jason está estrebuchando na calçada. Lá se vai mais sangue da vampirinha ruiva pra dentro do garanhão.

Lá dentro, Jesus continua misturando um monte de gororoba numa vasilha e come o sangue de Casey – baixou a pomba-gira!

Estuprado por uma fada
No ultimo episódio, Andy foi deixado na floresta por Terry para andar de volta pra casa “como um homem limpo das dorgas”. No caminho, Gollum baixou no xerife e ele começa a conversar consigo mesmo quando vê pontos iluminados. Opa, essa segunda parte não é coisa de maluco (quer dizer…). Uma fada voltou da Fairyland (ou algo assim) e manda um hadouken pra cima dele.

Quando o xerife acorda, a fadinha já está querendo “do bad things” em cima dele, se é que vocês me entendem. Ela se chama Morella e, bom, tem muita atitude! Go girl! Deus sabe que Andy está precisando! Ele jura pela luz do dedo da fada (? – momento E.T.) que vai protegê-la de todo o mal da floresta. Tricky, isso vai dar errado. Mas, bem, é hora de Andy ter sua chance de sexo no mato, não é mesmo?

Lado bom: ninguém teve que tirar a roupa pra fazer isso. Quer dizer, a Morella até que “podia”, mas o Andy não é nenhum Alcide, sabe como?

Depois de tudo, a fada desapareceu e Andy finalmente voltou pra casa. Ele encontra Arlene e chega com uma aventura muito legal pra contar, mas que ele nem sabe se é verdade. Teremos mais na próxima temporada? Andy produzirá um novo “fado” para a série?

Morra, bitch. Alcide está de volta ao mercado, meninas.
Morra, bitch. Alcide está de volta ao mercado, meninas.

Clima de vingança no ar
Essas crianças de hoje em dia são muito espertinhas <3. Emma fez a coisa mais sensata que poderia fazer e ligou para o celular da mãe. Luna tenta reconhecer o número e Alcide vê que é o telefone de sua casa! Ooops, Marcus…

Eles correm pra lá. Luna encontra Emma e a leva pra fora. Sam e o lobo-alfa sobem as escadas pra encontrar Debbie de lingerie discutindo com Marcus. O-ou. É hora de vingar a morte de Tommy.

Sam vence a briga no mano-a-mano com Marcus, mas o careca-cabeludo trapaceia e pega uma arma. Opa, essa regra não tava no jogo! Alcide pula em cima do chefe do bando e acaba por matá-lo. Ainda sobra pra Debbie, que gritou o tempo todo pelo bem do cabeludo de cavanhaque. O amor acabou, queridona. Alcide não te quer mais.

Sam sai da casa do lobisdômen vitorioso, mas com a notícia da morte de Marcus. O que vai acontecer com o casal agora? E Alcide? Vai pular no colo de Sookie?

IT’S BRUJO SHIT

Jesus está fazendo alguma magia muito estranha e autodestrutiva no banheirinho da loja de Marnie. Não é bonito, mas pode funcionar. Na sala, Martonia usa a poça de sangue no chão de sua loja como espelho mágico. Ela vê seu próprio rosto morto, alvejado na testa. Assustada, com muito pouca persuasão (seriously, ninguém se convence assim, produção), ela convence as bibliotecárias, Tara e até Sookie a entrar no círculo para um feitiço protetor.

O que a Bruxa Má do Oeste fez, ainda que ninguém mais lá dentro saiba, é atrair a galera chupa-sangue para a sua barreira protetora frita-vampiros. Jason tenta afastá-los de lá, Sookie ouve seus pensamentos e manda seu hadouken luminoso pelo círculo hippie – e todos os feitiços malignos se desfazem. Oooooooooooohhhh!

A fadinha loira não fez de propósito (ainda que tenha sido ótima), mas Martonia não fica nada feliz e atiça um círculo de fogo em volta dela. Imagina como a Antonia está se sentindo dentro do corpo da Tia Petúnia.

Ainda dentro do banheiro, Jesus começa a ficar possuído por algum feitiço bizarro – o demônio com chifres aparece de novo e consegue desgrudar o espírito de Antonia de Marnie novamente. Finalmente, a bruxa espanhola está em paz e volta “para o outro lado”. Toque de um Anjo feelings.

O círculo de fogo em volta de Sookie se extingue e Tara alivia a tensão: “I fucking quit this group“. O feitiço protetor de Antonia também cai. Eric e Bill correm para dentro da lojinha.

Calma, não matem a galera, apenas Marnie é culpada de tudo!

Naughty Eric: vai uma chupadinha?
Naughty Eric: vai uma chupadinha?

Mas na frente dela, aparece o cara cabeludo chato, o único que tava curtindo aquela loucura toda, fora a bibliotecária-chefe. Eric aplica seu golpe favorito:  arrancar com a mão o coração de um humano e usar a aorta como canudinho. Gênio! Uma verdadeira tática viking. Drink do próximo verão.

Já Bill prefere algo mais humano: uma arma automática. Lá se vai Marnie desta pra melhor (ou pior?). Após a batalha, Jesus está bem traumatizado pelo feitiço e a morte de Marnie, Lafayette meio que também, eu acho, Eric e Bill parecem ser BFFs e Sookie não sabe o que sentir por eles. Jason e Jessica continuam enrolados, principalmente agora que o sangue da vampira está dentro dele. E agora?? Hmmmm…

O dia já está chegando, é melhor todos irem para casa.

Na cama com Jesus (opa, um bom nome de reality show!), Lala tranquiliza o namorado: tudo vai ficar bem, querido. E a gente também se engana com essa. Por alguns segundos, apenas. O espírito de Marnie aparece para o cozinheiro e o possui. Pã! Caminho aberto para o próximo – e último – episódio da temporada!

Highlights:
18’18’’ – Alguém faz um gif da Pam levando o colar Cartier da vampira-zumbi, por favor?! Pra vida!
39’52’’ – Mean Eric is back for good!


É Samhain (Halloween) em Bon Temps e fogueiras humanas e vampíricas prometem um bom fim de temporada para todos nós. Proíbo Jesus de morrer – mas será que isso é suficiente para salvá-lo?

Tags: , , , , , , , , , ,

1 Comments For This Post

  1. Samuel Says:

    Haha… gostei da tua narrativa. =P

    Agora é esperar o capítulo final!! #meda

Leave a Reply

*

Pílula no Facebook

Enquanto isso, no Twitter

Arquivos

Categorias

-->

resume writing services