Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Mais um na turma

20.01.05

por Rodrigo Ortega

Doves - Some Cities

(Capitol - importado, 2005)

Top 3: “Black and White Town”, “Almost Forgot Myself”, “Walk in Fire”

Princípio Ativo:
Simpatia e esperteza

receite essa matéria para um amigo

Os Doves procuram a si mesmos pela cidade em seu terceiro disco, Some Cities. Jimi Goodwin (vocal e baixo) e os irmãos Jez (guitarra) e Andy Williams (bateria) estão lá em Manchester, mas a esperança latente em sua busca aproxima as canções de ouvintes distantes.

“Black and white town”, primeiro single do disco, revela na sonoridade de teclados e guitarras e no belo refrão a forma pessoal com que o Doves se insere na turma do britpop. São queridos pela crítica, foram bem sucedidos com o disco The Last Brodcast, de 2002 e continuam bem em Some Cities.

“Mas eu vivo esperançoso”. O verso da faixa de encerramento, “Ambition”, com uma melodia bonita e arrastada, resume o clima do disco. Algumas músicas têm um apelo mais amplo, como “Some Cities” e “Black and white town”. Outros momentos mais reflexivos devem deixar alguns narizes torcidos. Mas não deixa de ser legal andar com eles por todo o caminho das canções, o que garante a aos Doves tanto os hits quanto uma turma de admiradores fiéis.

“Almost forgot myself” é uma das melhores canções do disco, com o refrão sutilmente inserido em sua cabeça e inevitavelmente cantarolado durante diversos momentos do dia. “Walk in fire” é o ponto alto de Some Cities, passando pela leveza de um romance até a euforia de um carnaval. “Você não é livre até que ande em fogo”, canta Jimi Goodwin no ótimo refrão, traduzindo em música pop sentimentos de liberdade.

O anti-clímax acontece em faixas como “Shadows of Shalford” e “Someday Soon”, com pianos e violões em compassos lentos. A busca por uma sonoridade própria é mais notada em “The Storm”, conciliando arranjo de cordas e efeitos eletrônicos. Músicas não necessariamente menos interessantes, mas com certeza menos atrativas.

Em compensação, nota dez em carisma para os versos de “Sky Stars Falling“: “Se você vê-la de novo / não deixe de dizer olá / não deixe de transmitir meu amor”. Simpático, esperto. Se o Doves fosse uma pessoa, gostaria que ela estivesse na minha lista do Orkut.

Mais uma banda de ingleses sensíveis com cabelos cuidadosamente desarrumados

» leia/escreva comentários (1)