Busca

»»

Cadastro



»» enviar

Meu ódio será sua morte

08.11.07

por Daniel Oliveira

Mandando bala

(Shoot’em up, EUA, 2007)

Dir.: Michael Davis
Elenco: Clive Owen, Paul Giamatti, Monica Bellucci, Stephen McHattie, Daniel Pilon

Princípio Ativo:
total e consciente ausência de cérebro

receite essa matéria para um amigo

10 motivos pelos quais se você não tem até 15 anos (pelo menos mentalmente, como eu) e não mija em pé, não deve passar nem perto da sala de exibição de “Mandando bala”:

1) O protagonista, Sr. Smith, é um adultescente esquentadinho e mal-humorado que odeia: velhos com rabo-de-cavalo, gente porca, mal-educada, que bate em crianças, que faz muito barulho...praticamente todo mundo que respira – e tortura, machuca e atira neles. E adora cenouras. E diz frases de efeito.

2) Clive Owen interpreta o Sr. Smith. Clive Owen é foda. Ele chamou a chata da Julia Roberts de ‘vadia mimada’. E consegue capotar um carro duas vezes, achar doido e continuar dirigindo. Clive Owen é foda.

3) Tem um gordo chato e tagarela (interpretado por um cartunesco Paul Giamatti) que conta um monte de piadas sem graça e passa o filme todo sendo sacaneado pelo Sr. Smith.

4) O filme tem as cenas de tiroteio mais improváveis – durante um parto, no meio de uma transa, numa loja de armas, pulando de pára-quedas, com os dedos quebrados - intercaladas por um fiapo de história inofensivo e sem muita importância que o diretor e “””roteirista””” Michael Davis inventou para dar um respiro entre uma pancada e outra.

5) A Monica Bellucci é uma prostituta sem vergonha (e sem nenhum perdão pelo trocadilho) do que faz, que está ali para ser bonita, fala em italiano quando fica nervosa e ‘amamenta’ seus clientes.

6) Tem um bebê que se encontra no meio de quase todos os tiroteios, inclusive quando nasce, e ninguém está nem aí com isso. E ele cala a boca quando ouve heavy metal podreira...

7)...o que serve de desculpa para “Mandando bala” usar rock pauleira no BG quando tem vontade, e não só nas cenas de ação.

8) O filme tem uma linha direta com o 0800-capangas, para o Sr. Smith: enfiar cenouras no olho, na garganta, atirar na bunda, na testa, na mão, na perna, no peito – espirrando um monte de sangue na câmera, no bebê, no gordo tagarela, no milk shake do cara porco de bobeira, nos seios da Monica Bellucci e por aí vai.

9) O “””roteiro””” faz referências metalingüísticas aos clichês de filmes de ação, a atores noir dos anos 40 (James Cagney) e até ao Pernalonga. E os nerds vão adorar isso, tendo orgasmos quase tão fortes quanto os das cenas de tiroteio.

10) Por fim, os caras de “Mandando bala” gostam de armas (e de cenouras) e têm prazer em atirar uns nos outros. E se isso é uma fixação fálica, se substitui o sexo praticamente inexistente e faz com que eles morram de forma cruel, sem sentido e sangrenta, o problema é deles e ninguém tem nada a ver com isso.

Mais pílulas:
Sin city
Sr. e Sra. Smith
Marcas da violência

Meninos medindo o de quem é maior.

» leia/escreva comentários (3)