Ano novo, lagoas velhas

Nossa avaliação

Pode parecer uma baita brincadeira de mau gosto, mas é sério.

O canal Lifetime (responsável pela versão americana de “Supernanny”), em parceria com a Storyline Entertainment e Peace Out Productions, está desenvolvendo um projeto para a produção do remake do clássico “A Lagoa Azul”, grande líder de reprises nas tardes brasileiras durante os anos 80 e 90.

“A Lagoa Azul” (1980) contava a história de um casal de criancinhas que, após um naufrágio, passam a viver e crescer juntas, sozinhas numa ilha. Lá, aprendem sobre a sexualidade e as coisas bonitinhas da vida. O filme foi um grande sucesso e marcou a infância de uma geração (a minha). Sem dizer que era uma ótima desculpa para vermos Brooke Shields com pouca roupa (em tempos sem internet, ver esse tipo de coisa, em um filme na Sessão da Tarde, era lucro!).

“A Lagoa Azul” ainda ganhou uma continuação, “De Volta a Lagoa Azul” (1991), que é exatamente a mesma história do primeiro, só que agora com a Milla Jovovich, ainda meninota, como protagonista. O remake não tem elenco definido, mas, se sair do papel, as gravações devem começar em fevereiro, em Porto Rico, com Neil Meron (“Footloose”), Judith Verno (“Murder in Greenwich”) e Craig Zadan (“Footloose”) como produtores.

Duvidamos muito que a refilmagem aconteça, pois a Lifetime já tentou embalar esse projeto em 2004 e ele foi arquivado. Se o bom senso persistir, eles arquivam novamente. Mas, nunca se sabe.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009