TFM <3 Polanski

Nossa avaliação

Uma cachacinha seria mais apropriada, but...

Se algum dia a França deixar Roman Polanski na mão e tentar extraditá-lo para os EUA, o diretor polonês já tem um novo refúgio: Minas Gerais. A Tradicional Família Mineira pode não ficar muito feliz, mas os críticos de cinema com certeza apoiarão o cara. Na votação realizada entre os principais representantes do jornalismo de cinema no estado, “O Escritor Fantasma”, último longa do diretor, foi eleito o melhor filme lançado em 2010 na terra das alterosas. Ainda nesta, que foi a primeira edição do Prêmio José Tavares de Barros (um dos maiores críticos e professores de cinema de MG), a animação australiana “Mary & Max – uma amizade diferente” recebeu a Menção Honrosa.

A premiação é o o primeiro movimento para o relançamento da Associação dos Críticos de Cinema de Minas Gerais, que irá resgatar a sociedade de profissionais que existiu nos anos 80 no estado. Após seu restabelecimento, a Associação tem planos de dominação mundial e instalação de uma estátua gigante de Natalie Portman no lugar do pirulito da Praça Sete.

A lista dos participantes da votação segue aí embaixo. (Se você acha um absurdo que eles deixem gente como eu votar, não se cale. Entre em contato e denuncie, você tem o direito).

Carlos Quintão – O Tempo / A Galáxia
Daniel Oliveira – Pílula Pop
Heitor Valadão – A Galáxia
Marcello Castilho Avellar – Estado de Minas
Marcelo Miranda – O Tempo / Filmes Polvo
Pablo Villaça – Cinema em Cena
Paulo Henrique Silva – Hoje em Dia
Renato Silveira – Cinematório / Rádio Inconfidência
Thiago Macedo Corrêa – Filmes Polvo

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009