Pilulista: Os 10 melhores álbuns de 2021

Conheça os 10 melhores discos lançados em 2021 segundo os amigos do Pílula. Ao final, como de costume, a lista de cada colaborador.

10. Empate: El Madrileno – C. Tangana / Delta Estácio Blues – Juçara Marçal

No décimo lugar, temos um empate entre a latinidade “emprestada” do espanhol C. Tangana, que se inspira em ritmos que vão do funk brasileiro ao reggaeton, e a professora Juçara Marçal, que exalta a força da mulher negra embalada em colagens eletrônicas.

9. When You See Yourself – Kings of Leon

Os irmãos Nathan, Jared acompanhados pelo primo Matthew tiveram este lançamento adiado por conta da covid, mas as canções ganham novo sentido no contexto da pandemia.

8. Things Take Time, Take Time – Courtney Barnett

Criado durante o período mais hard do isolamento, o terceiro álbum da cantora australiana traz melancolia pandêmica e sarcasmo, com a ajuda na produção, bateria e outros instrumentos, de Stella Mozgawa, do Warpaint.

s

7. 30 – Adele

O 4º disco de Adele chega ao nosso 7º lugar, cheio de melancolia e a maturidade que os 30(oops! 33) anos trazem.

6. Montero – Lil Nas X

O álbum, que usa o nome real de Lil Nas X (Montero Lamar Hill), é o primeiro do artista, que já chega sem pedir licença pra mudar totalmente a conversa do hip hop levando para o contexto queer. A parceria com nomes já estabelecidos como Kanye, Kendrick, Harlow, Milye Cyrus e até Elton John mostram que seu nome já está consolidado após o sucesso revolucionário de Old Town Road.

5. SOUR – Olivia Rodrigo

Não se pode dizer que o primeiro disco da cantora de 18 anos traz alguma grande revelação, considerando todo o estardalhaço que Olívia tem feito protagonizando a versão mais recente da série High School Musical incluindo sua canção All I Want, que chegou ao top 100 das paradas da Billboard. Mas é gratificante quando todas as expectativas criadas recebem como resposta um produto pop impecável como o disco SOUR.

4. Meu Coco – Caetano Veloso

Após um hiato de 9 anos sem lançar um disco de músicas inéditas (o último foi o Abraçaço, de 2012), Caê nos presenteia com este álbum, uma exaltação ao Brasil das misturas em contraponto ao cenário social (incluindo aí as redes sociais) e político de obscurantismo e eliminação das diferenças.

3. Home Video – Lucy Dacus

O terceiro álbum da cantora norte-americana de Richmond, Virginia, traz amadurecimento e nostalgia como embalagem para as histórias que conta. Não é um mero passeio pela alameda da lembrança (que ela faz acompanhada com seus companheiros da banda boygenius, agora como colaboradores), mas uma visão desromantizada e crítica em especial ao contexto religioso dessas memórias.

2. De Primeira – Marina Sena

A mineira que viralizou no Tik Tok com a música Por Supuesto chega por aqui na segunda posição. A sensação não para nas redes sociais e, se houver carnaval esse ano, o ritmo tropical das canções de Marina certamente estará no repertório das festas de rua.

1. Happier Than Ever – Billie Eilish

O álbum de Billie, que começou lá atrás com “Not My Responsibility”, em uma declaração que questiona como ela e seu corpo se tornaram um produto em sua carreira musical, traz essa profunda consciência de onde a artista se encontra no momento e mostra o seu amadurecimento.

Listas individuais:

Braulio Lorentz (editor do Pop & Arte, do G1)

  1. Sour – Olivia Rodrigo
  2. Patroas 35% – Marília Mendonça e Maiara & Maraísa
  3. Meu Coco – Caetano Veloso
  4. Montero – Lil Nas X
  5. Happier Than Ever – Billie Eilish
  6. De Primeira – Marina Sena
  7. Home Video – Lucy Dacus
  8. When You See Yourself – Kings of Leon
  9. Voyage – ABBA
  10. Petals for Armor – Hayley Williams

Daniel Oliveira (crítico de cinema do Cenas de Cinema e membro do júri do 66º Festival de Cinema Internacional de Valladollid)

  1. Home Video – Lucy Dacus
  2. Screen Violence – Chvrches
  3. Sour – Olivia Rodrigo
  4. De Primeira – Marina Sena
  5. Montero – Lil Nas X
  6. Portas – Marisa Monte
  7. 30 – Adele

Guerrinha (designer e ilustrador)

  1. Happier Than Ever – Billie Eilish
  2. De Primeira – Marina Sena
  3. When You See Yourself – Kings of Leon
  4. Jubillee – Japanese Breakfast
  5. Sour – Olivia Rodrigo
  6. Home Video – Lucy Dacus
  7. Things Take Time, Take Time – Courtney Barnett
  8. 30 – Adele
  9. Typhoons – Royal Blood
  10. Ok, Human – Weezer

Mari Gogu (designer e criadora do Eu Te Dedico)

  1. Delta Estácio Blues – Juçara Marçal
  2. De Primeira – Marina Sena
  3. Things Take Time, take time – Courtney Barnett
  4. Meu Coco – Caetano Veloso

Rodrigo Ortega (editor de música do Pop & Arte do G1)

  1. El Madrileno – C. Tangana
  2. Baile – FBC e Vhoor
  3. Happier than ever – Billie Eilish
  4. Home Video – Lucy Dacus
  5. Batidão Tropical – Pabllo Vittar
  6. Montero – Lil Nas X
  7. Meu Coco – Caetano Veloso
  8. Roteiro Pra Aïnouz (Vol. 2) – Don L
  9. De primeira – Marina Sena
  10. Collapsed in sunbeams – Arlo Parks

Tico Pedrosa (editor de HQ do Pílula Pop)

  1. Happier Than Ever – Billie Eilish
  2. Nu – Djonga
  3. 30 – Adele
  4. OXEAXEEXU – BaianaSystem
  5. Meu Coco – Caetano Veloso

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2022
  • 2021
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011