A A
RSS

A rede social

por

3 de dezembro de 2010

Cinema, Receituário

A rede social

Social network, EUA, 2010

  • Dir.: David Fincher
  • Elenco: Jesse Eisenberg, Andrew Garfield, Armie Hammer, Rashida Jones, Rooney Mara, Justin Timberlake, Max Minghella, Brenda Song

Avaliação: ★★★★½ 

“A rede social”, assim como We used to wait, diz muito do que nós (uma geração? Uma sociedade? Uma tribo?) nos tornamos nos últimos dez anos. Mas enquanto a canção do Arcade Fire faz isso por contraste, refletindo sobre como éramos e não somos mais, o filme se concentra em ilustrar o que Win Butler quer dizer com “now our lives are changing fast/ Hope that something pure can last”. A palavra do longa de David Fincher é rapidez. Do clique que acaba com um namoro sem falar com o parceiro ou larga o emprego sem comunicar ao chefe – simplesmente anuncia para um fórum bizarro de 100 ou 200 estranhos (que sabem mais da sua vida que seus pais), tornando-o fato.

A velocidade pode ser maior, mas essencialmente o que nos define como sociedade permanece: a escolha entre o bom e o certo. Esse é o cerne do roteiro de Aaron Sorkin ao acompanhar Mark Zuckerberg (Eisenberg) que, optando sempre pelo segundo, criou o Facebook e se tornou o bilionário mais jovem da história.

Qualquer diretor medíocre consideraria um monte de meninos trancados em dormitórios na frente do computador infilmável. Fincher, porém, conduz a história, e os diálogos principalmente, com o ritmo de quem administra oito abas no navegador ao mesmo tempo, assistindo a um vídeo no youtube enquanto manda um email e atualiza o twitter. No country for old men.

Como em “Zodíaco”, ele usa um mito para observar o que ele diz de sua época. A câmera perscruta uma Harvard escura, sombria e a estuda como um microcosmo da nossa sociedade – organizada e hierarquizada segundo a posse de um “email @harvard.edu”, de um smartphone que te permita se informar antes dos outros (a marca é fundamental) ou de uma grife de respeito no seu diploma. Os critérios mudam, as castas permanecem. No roteiro de Sorkin, Zuckerberg é alguém que entende isso e não vê nada de errado em usar todos os recursos ao seu alcance para galgar degraus nessa cadeia.

1 milhão de amigos é o caralho. Eu quero é ter 1 bilhão de dólares, porra!
1 milhão de amigos é o caralho. Eu quero é ter 1 bilhão de dólares, porra!

Esse olhar sobre Harvard – que, com o auxílio da ótima trilha de Atticus Ross e Trent Reznor do Nine Inch Nails, torna-se quase antropológico, como se algo muito próximo de nós de repente se tornasse estran(ho)geiro – é a melhor parte de “A rede social”. Quando a paleta ‘esquenta’ com a ida para Palo Alto, esse ineditismo do filme, seu caráter inesperado, cede espaço a alguns lugares comuns que, se não comprometem a produção, diminuem seu ritmo.

Por fim, Jesse Eisenberg é uma escolha perfeita como Zuckerberg. E não porque consegue disparar os diálogos afiados de Sorkin a 200 km/h. Mas porque expressa a humanidade e a genialidade do protagonista ao mesmo tempo em seu rosto. Seu Mark não é um robô, é alguém que reconhece os sentimentos alheios, só não entende o porquê deles: uma mistura do Sheldon de “Big bang theory” com Charles Foster Kane. A performance do ator no plano-Rosebud final, sublime, é a prova (ainda que ficcional) de que algumas coisas nunca mudam: “sometimes they never came”.

Tags: , , , , ,

3 Comments For This Post

  1. marcelinha Says:

    “uma mistura do Sheldon de “Big bang theory” com Charles Foster Kane”. rá! muito massa. uma das coisas mais legais que já li nos últimos meses. muito, muito, muito bom, dani. parabéns mesmo.

  2. Guerrinha Says:

    A frase do filme que mais mexeu com a minha cabeça foi a analogia da própria história. “Você já viu a foto de algum pescador com 14 trutas?”. Todo mundo quer um marlim de mil quilos (embora a maioria fique apenas nas 14 trutas), mas a impressão que fica é que o Mark tá atrás de Moby Dick. Assim como aparece no primeiro diálogo do filme, o tema pra mim gira em torno da diferença entre obstinação e obsessão.

  3. Beingchinmay Says:

    Hello there, You have done a great job. I’ll definitely digg it and personally suggest to my friends. I’m sure they’ll be benefited from this web site.

    Fat Cutter
    Slim Shaper
    Roop Amrit
    asthijivak oil

27 Trackbacks For This Post

  1. Tweets that mention A rede social | Pílula Pop -- Topsy.com Says:

    […] This post was mentioned on Twitter by pilulapop, rodrigo ortega. rodrigo ortega said: RT @pilulapop: A REDE SOCIAL http://bit.ly/gJjK90 Ou "now our lives are changing fast. Hope that something pure can last" #aredesocial […]

  2. Mais um, mais um, mais um… | Pílula Pop Says:

    […] TweetQuando é que vai começar a perder a graça? “A rede social” apareceu no topo de mais uma lista de melhores do ano, desta vez levando as láureas de […]

  3. Existe vida fora do Facebook? | Pílula Pop Says:

    […] isso, na Europa, as premiações provam que existiram outros filmes em 2010 além de “A rede social“. “O escritor fantasma”, que havia liderado as indicações ao European Film […]

  4. Más notícias… | Pílula Pop Says:

    […] Tweet… para filmes que não se chamam “A rede social”: os críticos não gostam muito de vocês. Ou não gostam a ponto de, sabe, dizer que você é o […]

  5. Se você procurar “unanimidade” no dicionário… | Pílula Pop Says:

    […] Tweet… vai encontrar “A rede social”. Depois de ser eleito hoje melhor filme e diretor pelos críticos online e impresso de Nova Iorque, […]

  6. Kiss my Globes | Pílula Pop Says:

    […] na íntegra aí embaixo) não muda em nada o cenário pré-Oscar atual. “O discurso do rei” e “A rede social” (7 e 6 indicações, respectivamente) se firmam como os dois grandes combatentes para o carequinha […]

  7. Só para não perder o costume | Pílula Pop Says:

    […] Tweet“A rede social” foi eleito melhor filme por mais dois grupos de críticos hoje: São Francisco e Toronto. […]

  8. Quando as coisas começam a ficar sérias | Pílula Pop Says:

    […] com quatro indicações cada. Os dois definitivamente serão as maiores pedras no caminho de “A rede social” (que só foi indicado a melhor elenco e ator) ao Oscar de melhor filme. No mais, Hilary Swank deu […]

  9. Plantão ARS | Pílula Pop Says:

    […] TweetPassando aqui só para aquela nossa recapitulação diária: nesse último fim de semana, “A rede social” foi eleito melhor filme, direção e roteiro pelos críticos de Chicago, Florida. Saint Louis (!?) […]

  10. Plantão ARS – Edição dissidência | Pílula Pop Says:

    […] TweetMais um grupo de críticos quis aparecer, não escolhendo “A rede social” como melhor filme do ano. Os jornalistas de Austin não resistiram ao crush em Natalie Portman como […]

  11. Tarantino sofreu muito para abrir mão de seus brinquedos | Pílula Pop Says:

    […] “Toy story 3″ foi o melhor filme do ano recém-acabado, seguido por (SURPRESA!) “A rede social” e o australiano “Animal kingdom” no pódio. O cara deve estar numa fase meio […]

  12. Começo da virada? | Pílula Pop Says:

    […] atrás, quando a gente disse que “O discurso do rei” era o principal adversário de “A rede social” no Oscar 2011, com grandes chances de ganhar? Só que daí o filme de David Fincher começou a […]

  13. I can see clearly now… | Pílula Pop Says:

    […] TweetÉ, “A rede social”… fudeu. O inglês Tom Hooper, diretor de “O discurso do rei”, bateu David Fincher […]

  14. A luta continua | Pílula Pop Says:

    […] será o grande vencedor do próximo Oscar, algumas migalhas ainda sobrarão para os concorrentes. “A rede social” garantiu o seu principal nicho neste fim de semana, rendendo a Aaron Sorkin o prêmio do Sindicato […]

  15. O discurso do rei | Pílula Pop Says:

    […] “A rede social”, entre várias outras coisas, é sobre a destruição de uma amizade. “O discurso do rei” é sobre a construção de uma – entre Bertie (Firth), um futuro rei George VI gago e inseguro, e Lionel Logue (Rush), o terapeuta que vai curar a fala dele e ajudá-lo a encontrar a voz que guiará o Reino Unido contra a Alemanha nazista. […]

  16. God save the king | Pílula Pop Says:

    […] embaixo), mas os ingleses pelo menos deram uma esperança ao #teamfincher, dando ao comandante de “A rede social” a láurea de melhor diretor. Boa parte dos membros do Bafta também fazem parte da Academia, então […]

  17. Mixando e montando | Pílula Pop Says:

    […] Editors, aka ACE aka Sindicato dos Editores, premiou seus melhores de 2010 ontem à noite, coroando “A rede social” como melhor montagem dramática. Muitos esperavam que a organização desse o prêmio a “A […]

  18. Pílula-Guia do Oscar 2011 – Parte 4 | Pílula Pop Says:

    […] treinar seu dragão” deve perder o Oscar de Animação, então podem querer consolá-lo aqui. “A rede social” teve uma das trilhas mais originais dos últimos tempos e levou o Globo de ouro. “A origem” tem […]

  19. Pílula-Guia do Oscar 2011 – Parte 1 | Pílula Pop Says:

    […] Melhor filme Os outros nove candidatos nem vão suar quando, lá pelas 2h da manhã, chegar o grande momento da noite. “O discurso do rei” já está com a mão na taça desde que venceu as premiações do Sindicato dos Produtores, Diretores e Atores. É matematicamente impossível uma surpresa aqui. Mas se um milagre acontecer, “O vencedor” e “Bravura indômita” são apostas mais prováveis que “A rede social”. […]

  20. Como fazer um filme pro Oscar | Pílula Pop Says:

    […] Horas” e “O Leitor” na direção? Só para garantir, o produtor de “A Rede Social” e “Bravura Indômita“. Nem precisava do roteirista de “Forrest Gump” […]

  21. Não Me Abandone Jamais | Pílula Pop Says:

    […] os protagonistas adultos, Carey Mullingan, Keira Knightley e Andrew Garfield estão muito bem. Mas o destaque é Mullingan, que entrega toda a mensagem de incompletude do filme […]

  22. Oh boy… | Pílula Pop Says:

    […] um super-herói vestindo uma armadura tecnológica e auxiliado pelo hacker Zeke Muckerberg (“A Rede Social“, alguém?). Esta é a premissa de “The Governator”, série de animação para a […]

  23. O Foo Fighter que eu não sou | Pílula Pop Says:

    […] uma (ao menos uma que faça sucesso). E é aí que “Back and forth” se torna meio um “A rede social” musical, com Dave Grohl servindo como Mark Zuckerberg – mero babaca ou um gênio que sabia o que […]

  24. Cadê a família Benetton? | Pílula Pop Says:

    […] dizer “hello”? No mais, aquela Helvetica não-serifada levemente afastada do poster de “A rede social” continua bombando no mundo […]

  25. Ninguém mais pra trazer o Sexyback | Pílula Pop Says:

    […] é ator deixou de ser uma brincadeira há um tempo e agora nem egotrip é mais. O cara não faz só filmes bons ou produções em que ele pega a Mila Kunis. Ele anda fazendo qualquer merda agora – sinal de […]

  26. Em Busca do Ouro | Pílula Pop Says:

    […] Miller (do ótimo “Capote“) e o roteiro é de ninguém menos que Aaron Sorkin (sim, aquele) e Steven Zaillian. Será que emplaca no […]

  27. Entrevista: Andrew Garfield e Emma Stone | Pílula Pop Says:

    […] “Eu aprendi um pouco de português quando interpretei o brasileiro Eduardo Saverin, em ‘A Rede Social’”, explicou Garfield, enquanto respondia com as mãos aos sinais de coração feitos pelo […]

Leave a Reply

*

Pílula no Facebook

Enquanto isso, no Twitter

Arquivos

Pílula no Youtube

Categorias

-->
  • A gente
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
  • resume writing services