O discurso do rei

“A rede social”, entre várias outras coisas, é sobre a destruição de uma amizade. “O discurso do rei” é sobre a construção de uma – entre Bertie (Firth), um futuro rei George VI gago e inseguro, e Lionel Logue (Rush), o terapeuta que vai curar a fala dele e ajudá-lo a encontrar a voz que guiará o Reino Unido contra a Alemanha nazista.

Suck it, Fincher...

I can see clearly now…

É, “A rede social”… fudeu. O inglês Tom Hooper, diretor de “O discurso do rei”, bateu David Fincher na premiação do Sindicato dos Diretores na noite de ontem, levando a principal estatueta da noite e derrotando o maior adversário no último refúgio da Academia que ele ainda esperava dominar. A vitória surpresa deixou praticamente certo que o longa sobre o monarca britânico será eleito melhor filme na noite do próximo dia 27, com enormes chances de ganhar também o careca de diretor. Em 64 anos, o Oscar de melhor direção e o prêmio do Sindicato não coincidiram apenas seis vezes.

A gagueira do rei

Acredite ou não, a história real do homem que teve que curar sua gagueira para assumir o trono da Inglaterra é a atual favorita para levar o Oscar do ano que vem. O cartaz, careta e transparecendo Oscar em cada pixel, foi divulgado hoje e explica com todas as letras: “Quando Deus não pôde salvar o rei, a rainha foi atrás de alguém que pudesse”.

  • A gente
  • Home
  • Retro
  • Homeopatia
  • Overdose
  • Plantão
  • Receituário
  • Ressonância
  • Sem categoria
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009